Suspeito de ajudar terroristas em Paris é apresentado à Justiça

Homem teria sido intermediário para o belga Abdelhamid Abaaoud e outros conseguirem apartamento na França

Por O Dia

França - Um homem que supostamente foi intermediário para se conseguir um apartamento em Saint-Denis, ao norte de Paris, por parte de alguns dos autores dos atentados da capital francesa do dia 13 de novembro vai ser apresentado neste sábado à Justiça, segundo fontes judiciais.

No apartamento, morreram em 18 de novembro durante uma ação policial o belga Abdelhamid Abaaoud, considerado o coordenador dos ataques, uma prima sua, Hasna Aitboulahcen, e um terceiro homem que não era fichado pela Polícia.

Belga considerado o coordenador dos ataques foi morto em upela polícia em apartamento em Saint-DenisEFE

A Promotoria francesa acredita que Abaaoud e seu cúmplice planejavam um ataque suicida no bairro parisiense de La Défense dias depois desses primeiros atentados.

Segundo a imprensa francesa, o detido teria posto em contato Hasna com Jawad Bendaoud, a pessoa que lhes emprestou seu apartamento e que até o momento é o único acusado pelos atentados jihadistas.

Bendaoud, que está em prisão preventiva, foi acusado por associação criminosa com fins terroristas e posse de explosivos e armas. O suposto intermediário, por outra parte, foi detido no dia 1 de dezembro no departamento de Hauts de Seine, limítrofe com a capital francesa.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência