Nova roupagem: Rodoviária Novo Rio ganha um banho de loja

Reforma de R$ 3 milhões dá uma cara nova ao terminal, que ganhará mais conforto e segurança a partir de julho

Por O Dia

Rio - A Rodoviária Novo Rio vai inaugurar nos próximos dias um conjunto de obras que resultará diretamente na melhoria de acesso e serviços prestados aos cerca de 50 mil usuários que circulam todos os dias pelo segundo terminal mais movimentado do Brasil, depois do de São Paulo. As obras, que estão dando nova roupagem à cinquentona construção, custarão ao Consórcio Novo Rio, em parceria com o Governo do estado, R$ 3 milhões. Nos últimos seis anos, outros R$ 50 milhões já foram investidos em intervenções que deram um toque de modernidade e mais segurança ao local.

Ares de modernidade na Rodoviária Novo Rio%3A inauguração oficial do espaço reformado será em julhoDivulgação / Rodoviária Novo Rio


Uma das novidades para os passageiros é a ampliação da comunicação para portadores de deficiência física e visual. Mapas táteis estão sendo instalados em pontos específicos, ajudando o cliente com dificuldade de enxergar a se locomover de forma mais fácil e ágil pelas instalações. Para facilitar, a nova comunicação visual é também trilíngue.

O sistema de iluminação com lâmpadas de LED foi padronizada, para gerar mais potência e economia. O sistema de som também será ampliado com 120 novos alto-falantes, utilizados para comunicados importantes aos usuários ou para utilidade pública. Para acessar a internet, um novo sistema wi-fi, gratuito, com promessa de ser mais rápido e com melhor qualidade, também está sendo concluído. Uma lan house e uma sala de telefonia foram instaladas no desembarque inferior. No local, também é possível fazer a emissão de documentos importantes para quem viaja.

Para aguardar ônibus para centenas de destinos do país e o exterior, os usuários também terão mais conforto. Eles contarão com aproximadamente mil novos assentos nos dois andares do terminal, sendo que 13% deles serão reservados a idosos, gestantes e deficientes físicos. Algumas viações, como a 1001, também estão investindo em salas VIP, com ar- condicionado e facilidade para emissão de passagens, a exemplo da empresa Útil. 

Em busca de um padrão internacional

Certos detalhes, acertados com a Autoridade Pública Olímpica (APO), visando aos Jogos de 2016 e ao alcance de padrões considerados internacionais, aumentarão ainda mais a segurança dos usuários da rodoviária. Novos caixas eletrônicos 24 horas, balcão de informações bilíngue, mais espaço no guarda volume e novos telefones públicos, além de pontos de carregadores de celular, também foram providenciados.

A segurança nos 30 mil metros quadrados da rodoviária, que abriga 43 viações operando 229 linhas, é outra preocupação. Novas câmeras de monitoramento foram instaladas em locais estratégicos e agora somam 55 equipamentos. A movimentação de pessoas ficará armazenada em gravações para diversos sistemas de reprodução de vídeo. Até 2016, o número de câmeras chegará a 80.

Para aumentar a sensação de segurança no terminal, onde trabalham 1,5 mil pessoas, o acesso principal está sendo fechado com portas automáticas duplas (com câmara), que auxiliarão seguranças patrimoniais em possíveis abordagens de suspeitos. Um moderno sistema de ar-condicionado, mais lojas, casa de câmbio, agência bancária, mais opções na praça de alimentação, elevadores, reforma do desembarque inferior e novos sanitários completam as obras.

Últimas de Rio De Janeiro