Central do Brasil tem exposição gratuita inspirada na obra de Rubem Braga

Mostra, que celebra os 450 anos do Rio, começa nesta quarta-feira e traz imagens publicadas no livro 'O lavrador de Ipanema'

Por O Dia

Rio - A partir desta quarta-feira, quem passar pela estação Central do Brasil, do MetrôRio, poderá apreciar uma exposição gratuita com 14 imagens de amor à natureza, associadas a fragmentos das crônicas de Rubem Braga, publicadas no livro “O lavrador de Ipanema”. Na inauguração da 2ª edição do projeto Vivências Lúdico-Literárias, haverá visitas guiadas acompanhadas por oficinas de arte-educação ministradas pela educadora Iara Kauffmann.

Ao longo da temporada, que comemora os 450 anos do Rio, a Galeria de Arte e Literatura, anexa à Biblioteca Estação Leitura, será espaço de diversas oficinas direcionadas a instituições sociais e educacionais. Além disso, nas oficinas, serão sorteados 15 exemplares do livro.

Fotos mostram pinheiros%2C amendoeiras e rios que tantas lembranças trouxeram a Braga de sua cidade natal%2C Cachoeiro de Itapemirim (ES) e do RioDivulgação

Com o apoio do amigo e paisagista Burle Marx, Rubem Braga transformou sua cobertura, na Zona Sul, num grande pomar, onde pode relembrar e vivenciar a flora que tanto amou por toda sua vida. Inspiradas nas crônicas, as fotos expostas mostram pinheiros, amendoeiras e rios que tantas lembranças trouxeram a Braga de sua cidade natal, Cachoeiro de Itapemirim (ES) e do Rio, local onde morou boa parte de sua vida.

As imagens que fazem parte do acervo são de Marco Rodrigues, Marcio RM, Daniela Quitete e Cristina Oldemburg. A diretora do Instituto de Filosofia Artes e Cultura da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Guiomar de Grammont, assina o texto de abertura da mostra. Destaque para as ilustrações de Ana Raquel Máximo Pereira que criou um painel com andorinhas que “percorrem” toda a exposição até encontrarem uma árvore para pousar. Pontos de luz - responsáveis por provocar estímulos visuais no público - dão a sensação de que as andorinhas voam pela Central.

Cristina Oldemburg ressalta a importância de levar à Central do Brasil, por onde passam diariamente mais de 100 mil pessoas, o maior cronista brasileiro. “Rubem Braga é um dos maiores cronistas da literatura nacional. Assim, reverenciá-lo é também reverenciar o Rio nos textos de ‘O lavrador de Ipanema’”.

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas