Missão: criar educadores

Escola de Caxias é especializada na formação de professores

Por O Dia

Magistério é um sonho de família na vida de Nilsa Cruz,47, moradora de Duque de Caxias. Hoje, finalizando o Curso Normal em Nível Médio, de formação de professores, ela realiza o desejo de seu pai, que sempre quis que todas as suas filhas fossem professoras, mas só teve condições financeiras para bancar os estudos da mais velha, que atua na profissão há 30 anos. “A experiência de minha irmã na profissão foi contagiante. Adoro ouvir as histórias de seu dia-a-dia. Hoje trabalho como costureira para realizar meu sonho e valerá a pena”, relata.

Mais de 3 mil educadores já se formaram na unidade e as mulheres são a maioria nos cursos de professoresRENATO FONSECA

Preparar quem será um educador torna a tarefa digna de respeito. “Acima de tudo, educar é ser exemplo. Não somos empresários da Educação, somos educadores que respiram ensino o tempo todo. Nós contribuímos para a melhoria da sociedade colocando em prática nosso maior objetivo: transforma vidas com a educação”, afirma a diretora Vanda Lima do Saber Sistemas de Ensino (Rua Sete de Setembro 49, Centro, Duque de Caxias, tel.: 3774-3789), fundado em 2005. Segundo ela, o Saber forma uma média de 300 professores por ano, um total de mais de 3 mil educadores ao todo. 96% é de mulheres moradoras da Baixada, mas existem alunos de cidades como Niterói, São Gonçalo, Guapimirim e até da Região dos Lagos, devido aos cursos aos sábados, uma opção para quem não pode fazer parte das turmas durante a semana.

Além da formação de professores, a unidade oferece supletivo dos ensinos Fundamental e Médio (Educação de Jovens e Adultos - EJA) e cursos técnicos de Secretaria Escolar, Administração, Contabilidade e Informática. As mensalidades dos cursos técnicos e de formação de professores custam R$ 210 e o EJA a partir de R$ 115.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada