Por vinicius.amparo
Rio - Visconde de Mauá, em Resende, situada em uma área de preservação ambiental da Serra da Mantiqueira no Sul do Estado do Rio, recebeu, na última sexta-feira (12), mais um trecho da RJ-151, numa extensão de 8,9 quilômetros, no sentido Mauá até a localidade conhecida como Ponte dos Cachorros (entre o km 7 e o km16), totalmente pavimentado. Um moderno Centro de Turismo e Artesanato e a urbanização completa da Avenida Wenceslau Braz, a principal do distrito ainda foram revitalizados. As melhorias neste tradicional paraíso ecológico fluminense foram feitas por intermédio da Secretaria de Obras, com recursos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), no valor de R$ 3,5 milhões.
O Centro de Turismo e Artesanato, composto por um conjunto de três edificações, num total de 990 metros quadrados, incluindo marquises, rampas e passarelas, pretende atender ao crescente fluxo de turistas e às necessidades da comunidade de Visconde de Mauá e de gestão da unidade de conservação. É um equipamento de uso múltiplo. No primeiro prédio, há um auditório, com 84 lugares, dotado de plateia, palco, hall de acesso e distribuição. Em anexo, há um camarim, banheiros masculino e feminino, área de circulação e acessos.
Publicidade
O segundo prédio aproveitou as fundações e a laje da edificação existente, a antiga resfriadeira da cooperativa de leite da região. O térreo tem sala de exposição, central de informação ao turista, banheiros e setor de equipamentos. No segundo piso, estão três salas para abrigar os serviços de gestão territorial, municipal, estadual e federal. No terceiro bloco, ficam as oficinas de artesanato, de escultura e de pintura e uma biblioteca com salão principal e mezanino.
O projeto contemplou também a urbanização da Avenida Wenceslau Braz. A via, que era de terra, foi pavimentada com paralelepípedos e ganhou calçadas, meios-fios e um canteiro central, além de iluminação pública.
Publicidade
Outros investimentos
O mesmo programa já investiu R$ 65,9 milhões na implantação na região da primeira estrada-parque do estado: a pavimentação dos trechos das RJ-163 e RJ-151, entre Capelinha, em Resende, e Vila de Maringá, em Itatiaia, passando por Visconde de Mauá. Com estas obras, o percurso da Via Dutra aos distritos encurtou em mais de uma hora e meia.
Publicidade
Está previsto ainda investimento de mais de R$ 13 milhões na adequação ambiental e criação de quatro mirantes entre Capelinha e Visconde de Mauá (R$ 1,8 milhão), na urbanização do Lote Colonial 10 em Visconde de Mauá (R$ 2,7 milhões), na urbanização das vilas de Maringá e Maromba, em Itatiaia (R$ 5,1 milhões), e no aparelhamento do Parque Nacional de Itatiaia (R$ 3,5 milhões).
"São obras que se tornaram urgentes para atender esta crescente demanda turística, além de facilitar o deslocamento da população local", justificou o secretário de Obras, José Iran Peixoto Junior.