Homem que mandou matar prefeito de Parati é preso

Marco Antônio foi indiciado como um dos mandantes do crime cometido em maio do ano passado contra Carlos José Gama Miranda

Por O Dia

Rio - Um dos mandantes do crime de tentativa de homicídio, cometido em 19 de maio do ano passado, contra o atual prefeito de Parati, Carlos José Gama Miranda, foi preso nesta terça-feira. Marco Antônio de Oliveira Porto foi preso em uma pousada, no bairro Pontal, em Parati.

Na época do crime, Carlos José saía da sede da prefeitura, na companhia de Sérgio Miranda Silva, por volta das 19h, quando foi alvejado por pelo menos dois tiros. O prefeito, mesmo atingido na cabeça, sobreviveu após ser socorrido de imediato. Sérgio também ficou ferido na mesma ação e sobreviveu.

De acordo com agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Marco Antônio é sobrinho e afilhado do ex-prefeito da cidade José Carlos Porto Neto, conhecido como Zezé. A Operação Osíris II foi coordenada pelo delegado titular da unidade, Giniton Lages Durante as investigações conduzidas pela  especializada também foram indiciados pelo crime os coautores José Carlos Godoy Bustamante, Jorge Porto Junior e Glicério Porto.



Últimas de Rio De Janeiro