Polícia já tem pistas de suspeitos de matar cabeleireiro de São Gonçalo

Homem foi executado por fotografar barricadas. Chefe do tráfico na área é apontado como mandante

Por O Dia

Portal pede informações sobre os assassinos de cabeleireiroPortal dos Procurados

Rio - O Serviço de Inteligência do 7º BPM (São Gonçalo) já teria recebido informações de dois possíveis criminosos suspeitos de participar da execução do cabeleireiro Mauricio Costa de Azevedo, de 52 anos, na manhã de sexta-feira, no bairro Santa Luzia. A morte dele foi filmada e divulgada pelos próprios traficantes. A vítima foi amordaçada e teve as mãos amarradas dentro de um carro e submetido a uma série de torturas psicológicas. Maurício teria fotografado barricadas do tráfico, o que gerou revolta por parte dos bandidos.

Na noite desta terça-feira, o ‘Portal dos Procurados’, do Disque-Denúncia, divulgou cartaz com o título ‘Quem Matou?’ e a foto do cabeleireiro Mauricio Costa. O clima na comunidade ainda é de medo. Alguns moradores adotaram práticas de prevenção, como evitar andar à noite pelas ruas. Outros foram além: “É melhor deixar o celular em casa, pois podem pensar que estamos fotografando barricadas”, contou outro morador.

“Chegamos a dois suspeitos e próximo de um terceiro. Faremos operações sigilosas no local até que seja feita a prisão. Estamos sensibilizados com esse cidadão, vítima desta brutalidade que chocou São Gonçalo e o Rio”, afirmou o comandante do 7º BPM, coronel Samir Vaz de Lima.

Segundo ele, o policiamento foi reforçado por 24 horas e o batalhão está retirando barricadas em Santa Luzia. “Mas estamos com dificuldade por falta de maquinários. Outro bairro, o Jardim Catarina, também está com muita barricada”, enfatizou o comandante.

De acordo com o delegado Fábio Barucke, da Delegacia de Homicídios de Niterói/São Gonçalo, investigações indicam que a morte de Mauricio foi ordenada pelo chefe do tráfico de Santa Luzia.

Últimas de Rio De Janeiro