Cadete do Exército é morto em tentativa de assalto na Zona Oeste

Militar voltava para casa com a namorada e tentou escapar de assaltantes

Por O Dia

Wililam dos Santos Filho%2C era de Resende%2C no Sul Fluminense Reprodução Internet

Rio - Um cadete do terceiro ano da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) foi morto na madrugada desta quarta-feira, durante uma tentativa de assalto, na Estrada Sete Riachos, em Santíssimo, na Zona Oeste do Rio. William dos Santos Filho, 23 anos, dirigia de volta para casa em companhia da namorada quando foi abordado por criminosos.

Segundo a Polícia Militar, a vítima percebeu que três homens se aproximavam e tentou fugir. Os bandidos começaram a atirar e alguns disparos atingiram o cadete. 

Santos foi socorrido inicialmente para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Vila Kennedy mas, por conta de seu estado grave, foi encaminhado ao Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, não resistindo aos ferimentos. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A namorada do rapaz estaria em estado de choque.

William estava na Academia Militar das Agulhas Negras desde 2013 e morava em Resende, no Sul do Estado, onde treinava.

Nas redes sociais, amigos lamentaram o assassinato do cadete. "Meu irmão não tenho nem palavras para oque aconteceu você sempre foi e sempre será um guerreiro, um amigo, um irmão, crescemos juntos. Hoje o sol não brilhou, mais uma estrela sempre ira brilhar meu amigo descanse em paz nosso eterno pipeiro", disse um amigo. "Desça em paz nos braços de Deus", falou um outro amigo.

De acordo com a PM, policiais do 40° BPM (Campo Grande) foram acionados na noite desta terça em razão de tiros disparados contra um casal que estava dentro de um carro na Estrada Sete Riachos, em Santíssimo. Quando os PMs chegaram ao local, as vítimas já haviam sido socorridas. Ainda de acordo com a corporação, policiais realizam buscas na região para tentar prender os criminosos.

Família ainda não divulgou o velório e o enterro de WilliamReprodução

Em nota, o Comando Militar do Leste informou que o cadete estava fora das atividades acadêmicas em função do feriado do dia 12 de outubro quando bandidos tentaram roubar o seu veículo. De acordo com o comunicado, Willian foi alvejado por disparos de arma de fogo e levado para o hospital, mas não resistiu. Ainda de acordo com o comunicado, a namorada de Willian não sofreu ferimentos. Por fim, o Comando informou que "as causas e circunstâncias da ocorrência ainda estão sendo investigadas e que a Aman está prestando toda assistência aos familiares da vítima". 

O corpo de William será enterrado nesta quinta-feira, às 15h, na capela 6, do Cemitério Jardim da Saudade, em Paciência. O velório começará às 10h.

As investigações da morte estão a cargo da Delegacia de Homicídios (DH). De acordo com o delegado Brenno Carnevale, nenhuma linha de investigação está descartada. Ainda segundo Carnevale, testemunhas serão ouvidas nesta quinta-feira.

Reportagem de Rafael Nascimento

Últimas de Rio De Janeiro