Procon Carioca notifica 11 estabelecimentos pela falta do preço

De acordo com o órgão, entre as lojas intimadas estavam a Digital Gold, Elister Jóias e Livraria Saraiva

Por O Dia

Rio - O Procon Carioca notificou 11 lojas que não apresentavam os preços em suas suas mercadorias no Edifício Central, no Centro do Rio, durante a Operação Cadê o Preço. De acordo com o órgão, entre as lojas intimadas estavam a Digital Gold, Elister Jóias e Livraria Saraiva.

O presidente do Procon Carioca, Jorge Braz destacou que a informação clara e adequada do preço é um direito do consumidor. “A falta do preço na vitrine obriga que o cliente entre na loja para ser abordado pelo vendedor que poderá informar o preço de acordo com a aparência do consumidor. A informação garante que o cliente não seja enganado e traz segurança para a relação de consumo. Transparência não é só para políticos e governo. Tem que começar pelo povo”, disse Jorge Braz.

No Largo da Carioca, funcionários, em duas tendas, atenderam consumidores que levaram seus problemas de consumo. Durante a semana, foram 45 pessoas atendidas no Largo. As empresas mais reclamadas foram a Oi, com 9 reclamações, e a Tim, com 4. Todas as queixas registradas serão encaminhadas, pelo Procon Carioca, para as empresas que terão dez dias para responder ao órgão. Em até 30 dias, o Procon Carioca dá o retorno para os reclamantes.

Segundo o presidente, a maioria dos problemas são resolvidos. “O Procon Carioca acaba desafogando a justiça. Através dessa intermediação que faz entre clientes e empresas, muitas causas nem precisam chegar à justiça”, finalizou.

Últimas de Rio De Janeiro