Suspeito de ter participado de sequestro de estudantes da UFRJ é preso

Homem também teria participado de um roubo em 2016

Por O Dia

Rio -  O suspeito de ter participado do sequestro de quatro estudantes de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi preso nesta quinta-feira, no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio.

De acordo com policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), Sandro Soares Lamim foi encontrado na Avenida Bento Ribeiro Dantas, na região conhecida como Vila dos Pinheiros. 

O homem também é suspeito de ter participado de um roubo, no dia 24 de maio do ano passado, na descida de um viaduto que dá acesso à Linha Amarela, em Inhaúma, também na Zona Norte. Outros quatros homens armados de pistola teriam participado do crime.

Segundo as investigações da DRFC, a vítima do roubo teria sido obrigada a seguir no carro dos homens com um capuz na cabeça e depois foi levada para a comunidade da Vila dos Pinheiros, onde teve seus cartões e senhas levados pelo bando.

De acordo com os agentes, os suspeitos usaram os cartões no comércio dentro da comunidade e, inclusive, na própria retífica de Sandro. O homem responde pelo crime de roubo.

Relembre o caso

Quatro alunas do curso de medicina da  UFRJ sofreram um sequestro-relâmpago no campus da Ilha do Fundão, no dia 13 de março. As jovens foram vendadas e sob intensa ameaça, foram obrigadas a passar os cartões de crédito e débito para os bandidos, que efetuaram saques e compras durante as quatro horas em que as mantinham reféns em um carro.

Ao chegarem por volta das 13h no Centro de Ciências da Saúde, no Fundão, elas foram abordadas por quatro homens armados em um carro e obrigadas a entregar celulares, dinheiro e notebook e seguir com eles.

As quatro vítimas têm em média 20 anos de idade, moram na Zona Sul e são naturais de Campinas (SP), Recife (PE), Goiânia (GO) e Vitória (ES). Elas estudam há quatro anos na universidade e sempre vão juntas para a aula.

Últimas de Rio De Janeiro