Um dos jovens mortos em acidente na Presidente Vargas se casaria em duas semanas

Gustavo Mesquita Aragão, 28 anos, estava com casamento marcado para 6 de maio. Outras duas pessoas da mesma família morreram na tragédia.

Por O Dia

Rio - Na madrugada chuvosa deste domingo, um grave acidente na Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio, terminou com três mortos e um ferido, todos da mesma família. Segundo testemunhas, os quatro jovens estavam no mesmo carro, que teria colidido com outro e capotado diversas vezes. Ainda segundo os relatos, os corpos foram arremessados para fora do automóvel, e a pista estava escorregadia no momento da colisão.

O funcionário do Detran Gustavo Aragão Mesquita, de 28 anos, que tinha casamento marcado para o dia 6 de maio, e os primos Fernando Aragão Garcia, 29, e Leandro Aragão Garcia, 24, morreram no local. Já Fabrício Aragão Fontes, 28, foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. A Secretaria Municipal de Saúde informou que o único sobrevivente sofreu uma fratura no braço, está consciente e foi transferido para o Hospital Caxias D’Or, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Gustavo Aragão e Camila ShelkovskyReprodução Internet

Alex de Souza Pereira, que trabalhava com Gustavo na sede do Detran há seis anos, contou que na sexta-feira chegou a ser convidado para sair com o grupo, numa despedida de solteiro na Lapa na noite de sábado, mas não foi porque tinha que realizar um trabalho. “Sempre estávamos juntos. Dessa vez tentei ir, mas tive que ficar em casa. Era para eu estar com eles. Ele morava perto de mim, com certeza voltaríamos juntos”, desabafou.

Segundo ele, Gustavo e os primos costumavam sair juntos. “Eram muito alegres e unidos. E eram boas pessoas, responsáveis. Quando saía com Gustavo para festejar, sempre escolhíamos um motorista da rodada”, contou o amigo, muito abalado. Camila Shelkovcky, noiva de Gustavo, enviou mensagens pelo Facebook de Alex por volta das 6h de ontem para informá-lo do ocorrido. Ela escreveu: ‘Pessoal do Detran, pelo amor de Deus, me ajudem a contatar o Alex, Gustavo sofreu um acidente e faleceu. Me ajudem’. “A Camila não conseguia contato comigo porque fui dormir tarde e desliguei o telefone. Acordei com essa notícia triste. Ela e a família estão inconsoláveis”, disse. 

Noiva de Gustavo%2C Camila estava inconsolável%3A rapaz morreu na horaMaíra Coelho / Agência O Dia

Ainda segundo ele, Gustavo e Camila eram apaixonados e iam se casar em São Paulo, onde mora a família dela. “Eles alugaram uma casa em São João de Meriti. Era um começo de vida. Gustavo tinha muitos sonhos e estava num momento feliz da vida dele.Não dá para acreditar”, contou. O amigo disse ainda que Gustavo participava do diretório do Detran, queria terminar a faculdade de Química, fazer mais concursos, crescer na vida pública.

A tragédia comoveu até mesmo pessoas que trabalhavam na delegacia. “Quando chegamos, uma escriturária não conseguia parar de chorar. Pediu que outro profissional falasse conosco. É tudo muito triste”, concluiu Alex. As páginas virtuais dos primos também ficaram repletas de mensagens de apoio e saudade durante todo dia.

Da esquerda para a direita: Fabrício, Fernando, Gustavo e LeandroReprodução Internet




Últimas de Rio De Janeiro