'A música sertaneja é a raiz do povo', diz Michel Teló

Cantor faz estreia como ator no espetáculo 'Bem Sertanejo - o musical', no Rio.

Por O Dia

Michel TelóDivulgação

Michel Teló está animado que só. É que nessa quarta-feira, 10, ele estreia como ator no Rio. Michel é o protagonista do espetáculo ‘Bem Sertanejo – O Musical’, uma produção da Aventura Entretenimento e da Musickeria que fica em cartaz na Cidade Maravilhosa até o dia 12, em curtíssima temporada.

A estreia será em grande estilo, no palco do Theatro Municipal, que costuma abrigar balés e concertos e pela primeira vez na história vai abrir as portas para o gênero sertanejo.

Michel que é papai da fofura da Melinda, está prestes a ter seu novo filho com atriz Thais Fersoza, cujo nome ainda não foi escolhido. Saibam um pouco mais dessa nova empreitada do cantor que levou o Brasil para o mundo com o sucesso ‘Ai, se eu te pego’.

Esta é a primeira vez que você está atuando. Como está sendo a preparação para esse desafio?
É tudo muito novo. Poder viver de música é incrível porque tem todos esses desafios que ela proporciona. Tive a alegria de fazer o ‘Bem Sertanejo’ no ‘Fantástico’, de ser jurado do ‘The Voice’, fora o fato de passar a vida toda tocando baile. E esse é um outro mundo que tá sendo muito legal poder viver, mas que é muito novo. Tem texto pra decorar, ter que interpretar alguém, aprender as marcações diferentes, estar em cima do palco para um musical é diferente. Mas tem sido um desafio muito bacana.

O que te motivou a aceitar fazer este papel?
Foi realmente o desafio de fazer algo diferente, mesmo que dentro da música. Isso é muito gostoso. Eu sempre gostei muito de musical.

Como você tem encarado a responsabilidade de interpretar canções dos maiores astros da história da música sertaneja? As músicas serão repaginadas ou fieis às versões originais?
É uma responsabilidade muito grande, mas eu tenho encarado com muita tranquilidade. Eu cresci dentro da música sertaneja, cantando com meus pais, meus tios, meus avós, tocando sanfona, faço isso por amor à música sertaneja. Estou fazendo isso com muito respeito, muito carinho pela história da nossa música. Algumas músicas serão repaginadas e uma boa parte a gente vai fazer na versão original, do jeito que era mesmo, uma violinha, um violão ou uma sanfona.

Das músicas que você irá cantar, tem alguma que você goste mais ou que marcou a sua trajetória musical?
Tem uma música que eu vou cantar, que chama ‘Menino da Porteira’. Quando o Sergio Reis lançou essa canção eu era muito pequeno e chorava quando ouvia. Minha mãe fala que eu ficava muito emocionado com a história do menino.

Como foi para você conduzir o quadro ‘Bem Sertanejo’ no ‘Fantástico’, que voltou ao ar nesse domingo?
O ‘Bem Sertanejo’ era algo que eu vinha sonhando há muito tempo e tive a alegria de concretizar. Era uma ideia de fazer um projeto intimista, mostrando os artistas dentro de casa ou em um lugar que eles gostem de estar, bem à vontade, e falando de música sertaneja. Foi muito especial fazer e a gente está voltando com mais uma edição, que tenho certeza que as pessoas vão gostar.

Desde o surgimento da música sertaneja, o estilo tem sido um fenômeno nacional, ao que você acha que se deve esse sucesso?
Amúsica sertaneja veio quebrando barreiras. Historicamente, desde quando ela nasceu, desde quando teve a primeira gravação, primeiro LP gravado com Cornélio Pires — que juntou uma caravana pra gravar música caipira, o estilo já começou a fazer sucesso. Eu acho que a música sertaneja é a raiz do povo. Da mesma maneira que o mundo foi evoluindo, foi migrando para o urbano, a música sertaneja foi evoluindo junto. Antigamente se falava da vida no sertão e hoje se fala da vida dessa galera nova, da cidade. E as pessoas se identificam...

Além do musical, você tem uma agenda extensa de shows, compromissos de TV e em breve será papai novamente. Como você tem feito para se desdobrar em todas as funções?
Olha, realmente, eu voltei de férias e o negócio ficou sério. A gente aproveitou o mês inteirinho de férias viajando e já voltei, já gravei um DVD, já estou ensaiando pro musical todos os dias e final de semana tem show. Fora o ‘Bem Sertanejo’ que voltou pro ‘Fantástico’. Realmente tá bem puxado, mas a gente sempre dá um jeitinho de ficar junto da família.

Após a turnê do musical, quais são os seus próximos projetos?
Depois da estreia do musical e da turnê dele, a gente vai lançar o DVD do show Bem Sertanejo, que eu gravei em Curitiba. Vou me preparar pra chegada do meu gurizinho e continuar tocando os nossos shows em cima desse novo trabalho.