A discutida relação dos técnicos com jornalistas

Por O Dia

A rotina das sempre enfadonhas coletivas dos treinadores de futebol após as partidas foi quebrada neste último fim de semana, pela discussão do técnico do Vitória, Wagner Mancini, com o repórter da rádio Bandeirantes, Felipe Garraffa. A proporção que tomou, dividindo opiniões e provocando reações furiosas nas redes sociais, apenas revelou o quanto é tão mal-resolvida a relação entre os profissionais do futebol com a imprensa esportiva. E, no fundo, revelando que a preocupação, antes do dever profissional de cada um, está em fazer prevalecer suas convicções e vitórias pessoais. Uma situação tão maluca como problemática, a ponto do treinador, depois do jogo, em telefonema a um amigo - também espalhado na rede - comemorar mais o seu desempenho no embate com o jornalista que o fato do time dele ter quebrado a longa invencibilidade do líder do campeonato.

A tal "DR", discutir a relação, como se vê, não vale só para os melhores ou piores namoros ou casamentos. Ao caso, ela até que se aplicaria muito bem.

Últimas de Diversão