América-MG é campeão com direito a recorde

Com 22.481 presentes no Independência, Coelho garante a taça ao vencer o CRB

Por O Dia

Rafael Lima é abraçado pelos companheiros ao festejar o gol do título
Rafael Lima é abraçado pelos companheiros ao festejar o gol do título - CRISTIANE MATTOS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Vinte anos depois do primeiro título, o América-MG se sagrou ontem bicampeão da Série B do Brasileiro, com 73 pontos. A vitória de 1 a 0 sobre o CRB teve direito a quebra de recorde de público no Independência, com 22.481 presentes. Rafael Lima foi o herói do título.

Em Porto Alegre, o Internacional venceu por 2 a 0 o Guarani com dois gols de Nico López , e garantiu o acesso à Primeira Divisão como vice-campeão, com 71 pontos. Ceará, terceiro colocado, e Paraná, quarto, completam a quarteto que volta à elite. Luverdense, Santa Cruz, ABC e Náutico foram rebaixados à Série C do Brasileiro.

Autor do inusitado gol de coxa que garantiu o bi brasileiro ao Coelho, o zagueiro Rafael Lima viveu mais uma grande emoção na carreira. Ele integrava o elenco da Chapecoense 2016.

Rafael Lima não embarcou no trágico voo para a Colômbia por não ter sido relacionado pelo técnico Caio Júnior. Quase um ano depois, o destino reservou mais um marcante dia para o herói.

Comentários