Homem 'morto' é reconhecido por amiga da família durante missa

Geraldo Humberto de Carvalho, 58 anos, tinha problemas com alcoolismo e estava internado em uma clínica de recuperação

Por O Dia

Teresina - A família de um artesão levou um susto no último dia 26 de junho ao descobrir que o homem estava vivo e que corpo velado era de outra pessoa. O susto se deu durante o aniversário de 23 anos de uma comunidade terapêutica em Teresina, no Piauí, onde o "morto" foi reconhecido.

Homem dado como morto foi reencontrado durante missa de aniversárioReprodução/Fazenda da Paz

A história toda começou quando Geraldo Humberto de Carvalho, de 58 anos, que já tinha problemas com alcoolismo, ficou fora de casa três dias, sem dar notícias aos parentes. O artesão resolveu procurar abrigo em um centro de acolhimento e de lá, devido a sua condição, foi levado para a Comunidade Terapêutica Fazenda da Paz.

Nessa mesma data, preocupados com a situação de Geraldo, familiares resolveram intensificar sua procura e passaram pelo Instituto Médico Legal. No local, uma irmã, um sobrinho e o filho 'reconheceram' um corpo que seria do artesão. Além de reconhecer o corpo, fizeram velório e sepultaram o desconhecido.

Só dois meses depois, durante o aniversário do centro de recuperação, uma amiga da família, que não quis se identificar, o reconheceu. De acordo com jornais locais, Geraldo não sabe o que se passou, familiares só contariam para ele após o tratamento terminar.

Últimas de Brasil