Imperatriz vai falar do universo caipira no desfile de Zezé Di Camargo e Luciano

Carnavalesco Cahê Rodrigues promete emocionar o público com o enredo 'É o amor que mexe com a minha cabeça e me deixa assim. Do sonho de um caipira nascem os filhos do Brasil'

Por O Dia

Rio - Empolgado com o enredo da Imperatriz Leopoldinense para o Carnaval 2016 - "É o amor que mexe com a minha cabeça e me deixa assim. Do sonho de um caipira nascem os filhos do Brasil", que faz uma homenagem à dupla Zezé Di Camargo e Luciano, o carnavalesco Cahê Rodrigues promete muita emoção para aqueles que forem à Sapucaí no ano que vem. 

Cahê Rodrigues entregou uma edição de seu livro%2C autografado para Bruno Chateaubriand durante a Carnavália Sambacon 2015João Saconi / Divulgação


"Tenho certeza que da mesma forma que o filme emocionou o Brasil inteiro, o desfile também vai emocionar. A gente está falando de uma história brasileira, de filhos do Brasil e tem tudo para emocionar o Sambódromo", garante o carnavalesco, que esteve na edição 2015 da feira de carnaval Carnavália-Sambacon, neste final de semana no Centro de Convenções SulAmérica.

Durante a feira, Cahê relançou e autografou seu livro "Eu acreditei, e você?, onde em uma espécie de diário narra o episódio ocorrido em 2011 quando um incêndio atingiu três barracões na Cidade do Samba, entre eles, o da Grande Rio, escola que atuava na época. Na ocasião, a agremiação perdeu fantasias e alegorias e ele teve exatos 23 dias para refazer todo o material perdido. A obra traz ainda fotos de fantasias que seriam usadas para contar o enredo "Y-Jurerê Mirim - A Encantadora Ilha das Bruxas (Um conto de Cascaes)", que falava sobre a cidade de Florianópolis.

"Aproveitei a feira para relançar o livro. Estou preparando uma reedição para o fim do ano com uma nova roupagem, com conteúdo mais rico e com outras histórias minhas. Logo depois desse episódio com a Grande Rio acabei fazendo um carnaval sob superação, isso vai estar na nova edição. Acho a Carnavália-Sambacon uma iniciativa incrível espero poder participar de outras edições", destacou o carnavalesco da Imperatriz.

Sem revelar detalhes sobre o que levará para a Avenida em 2016, Cahê explica que através do enredo pretende fazer uma homenagem ao universo caipira.

"O enredo é uma homenagem a dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano. Mas nele a gente aborda também a riqueza da música sertaneja e fala sobre o universo caipira. Foi uma ideia levada ao presidente Luiz Pacheco Drumond e ele gostou acabou que eu também aceitei achei bacana um novo desafio. Porque falar de sertanejo num universo carioca onde a música sertaneja não é tão abraçada assim e transformar isso em um desfile de escola de samba não vai ser fácil. Mas acho que vai ser um desafio gostoso de fazer", pondera.

Questionado se irá usar o filme "Dois Filhos de Francisco" (2005) como inspiração ele diz que de certa forma sim, mas que na Avenida mostrará muito além. "Dois Filhos de Francisco' foi um dos filmes mais assistidos no Brasil. Tenho certeza que da mesma forma que o filme emocionou o Brasil inteiro o desfile também vai emocionar a gente está falando de uma história brasileira, de filhos do Brasil tem tudo para emocionar o Sambódromo. O filme me serve de base, como inspiração sim, porque traz um resumo da história deles, mas o desfile vai mostrar muito mais do que o filme porque, como falei, o filme fala exatamente da só da vida dos dois e o desfile vai abordar outras questões, então acaba sendo uma homenagem muito maior." 

Zezé e Luciano com Cahê Rodrigues%2C carnavalesco da ImperatrizAg. News


Apoio da dupla

O carnavalesco revela ainda que ao contrário de muitas estrelas por aí, os homenageados fazem questão de ajudá-lo na concepção do desfile. "Eles são muito bacanas. Estão contando os dias para esse desfile. O Zezé é um apaixonado por carnaval assim como o Luciano. Eles estão me ajudando muito na concepção, na criação, tenho certeza que vai ser um desfile que eles vão curtir muito participar."

Para que o desfile seja perfeito é necessário também um bom samba-enredo e isso, Cahê Rodrigues tem certeza que a escola terá. "Os compositores já estão confeccionando o samba. Tenho certeza que vão vir grandes obras por aí porque a Imperatriz tem uma ala de compositores muito boa. Não tenho dúvida de que a escola vai ter um belo samba em 2016", aponta.