Pequeno problema com fantasias quase tira o sono de componentes da Vila Isabel

Caso foi solucionado rapidamente por funcionários da agremiação. Nenhum integrante da escola ficou sem fantasia para o desfile

Por O Dia

Uma das componentes com sua fantasia Divulgação

Rio - Na véspera do Carnaval, uma confusão poderia estragar a festa de uma parte dos componentes da Vila Isabel. Cerca de 20 mulheres quando foram buscar suas fantasias ficaram com a mão abanando. O problema aconteceu, pois as fantasias que era destinadas para a comunidade foram vendidas. Neste ano, 20% das fantasias da escola foram vendidas.

Prontamente, a escola destinou três funcionários para resolver a questão. Inicialmente, as mulheres tiveram a opção de ficar na mesma ala só que com fantasias masculinas, o que foi recusado. Na noite desta quinta-feira, a reportagem do DIA, esteve presente na quadra da escola e viu a movimentação para tudo ser solucionado.

Cerca de 30 minutos depois que todas as componentes chegaram na quadra, as suas novas fantasias já estavam disponíveis para serem levadas para casa. Segundo a assessoria de imprensa da Vila Isabel, o erro ocorreu por uma falha no sistema que contou as fantasias e não separou entre masculinas e femininas. Especulou-se, que a escola não teria fantasias para todos seus componentes, como aconteceu nos últimos anos, mas isso foi refutado pela direção.

A Vila é a quarta escola a desfilar no próximo domingo e irá apresentar o enredo "O som da Cor".