Acusado de humilhar repórter ao vivo, Marcelo Rezende afirma: 'Tentei ensiná-la'

Apresentador do 'Cidade Alerta' corrigiu jornalista que não sabia a definição de latrocínio e foi criticado nas redes sociais

Por O Dia

São Paulo - Acusado pelo público de humilhar uma repórter ao vivo durante o "Cidade Alerta", da Rede Record, no programa de quarta-feira, Marcelo Rezende tentou se justificar e amenizar a polêmica que foi criada nas redes sociais usando seu próprio espaço na televisão.

Marcelo Rezende é criticado por maltratar funcionária Reprodução

Após a repercussão negativa de sua atitude, Rezende pediu desculpas ao público e disse que não tinha a intenção de humilhar a profissional, identificada como Lizandra. "Eu vi que algumas pessoas entraram no meu Instagram e me disseram: 'Você está humilhando a moça', 'Você a está maltratando'. Eu quero dizer o seguinte, estou tentando ensiná-la, até para que uma coisa errada não vá ao ar. Eu faço disso daqui uma conversa, uma família, e é natural uma pessoa com mais experiência [ensinar a outra]. É como se eu estivesse falando com a minha irmã mais nova", avaliou. "Não existe a menor possibilidade de eu fazer isso [o de tentar humilhar alguém]. Não faz parte do meu caráter", ressaltou.

A polêmica teve início depois que o apresentador corrigiu Lizandra ao vivo no "Cidade Alerta". A repórter não soube definir "o que era morte seguida de roubo, só sabia que roubo seguido de morte era latrocínio". Percebendo a dificuldade da jornalista, Rezende chamou a atenção da repórter e o gesto foi duramente criticado nas redes sociais. "Foi horrível a maneira como você a tratou, eu fiquei sem graça por ela", escreveu uma internauta. "Foi muita falta de respeito, em rede nacional e ao vivo", avaliou outro. "Concordo, pegou pesado com a moça", afirmou um de seus telespectadores. 

Últimas de Televisão