Mineirinho diz que título de Medina em 2015 mostrou que era possível

Brasil conquistou dois mundiais de surfe nos dois últimos anos

Por O Dia

Estados Unidos - Campeão mundial de surfe, Adriano de Souza admitiu ontem que o título de 2014 de Gabriel Medina foi uma fonte especial de inspiração. Em entrevista ao site da Red Bull, destacou: “Ele (Medina) me mostrou como ser campeão do mundo e que era possível ser campeão do mundo sendo brasileiro. Ele também é tão novo, eu tenho 28 anos e ele 22 ainda. Antes da final, estávamos conversando e eu falei: ‘Você é uma lenda, vai ganhar 10 desses.’”

Mineirinho também agradeceu o apoio de outro amigo e adversário: o havaiano Jamie O’Brien. Rivais desde 2003, os dois mantêm um ótimo relacionamento, que começou com um mal-entendido.

Brasil conquistou dois mundiais de surfe nos dois últimos anosDivulgação

“Em 2003, ganhei o World Junior na Austrália. Após uma das baterias, ele me falou: ‘Bem surfado, parabéns’”, lembrou o brasileiro, acrescentando que respondeu de forma seca porque não falava inglês e deixou a impressão de que era arrogante. O fato só foi esclarecido tempos depois, quando O’Brien se queixou e ouviu um pedido de desculpas.

No fim de 2013, quando perdeu patrocinadores, Mineirinho pediu a ajuda do havaiano para treinar em Pipeline. “Jamie remou até mim e falou: ‘Sabe de uma coisa, eu tenho uma cama para você.’ Senti como se tivesse ganhado na loteria. Dou todo crédito desse título ao Jamie. Eu não poderia ter chegado aqui sem a ajuda dele.”

Nesta quinta-feira, o objetivo de uma vida, meu amigo”, escreveu Slater. Vice-campeão em 2015, Fanning postou: “Estou tão orgulhoso de você, amigo. Não importa de onde você vem, trabalho duro e coração prevalecem. Obrigado por sua amizade. Te amo, irmão.”

Últimas de Esporte