Apresentado pelo Manchester United, José Mourinho alfineta técnico rival

Treinador chega ao clube com objetivo agressivo: 'Quero tudo'

Por O Dia

Inglaterra - Apresentado pelo Manchester United, nesta terça-feira, José Mourinho chegou com pompa e aproveitou para já provocar rivais. Sobrou para Arsène Wenger, técnico do Arsenal.

José Mourinho chega ao Manchester United com objetivo agressivoEfe

"Sinto que tenho de me provar e terminar em quarto não é o objetivo. Nunca me permitirei trabalhar se não tenho êxito, não é minha natureza. Há treinadores que há 10 anos não ganham nada. A última vez que eu ganhei foi há um ano. Se eu tenho que demonstrar alguma coisa, imagina eles", alfinetou Mourinho.

Além de Wenger, Mourinho também falou sobre Guardiola, agora técnico do Manchester City. A rivalidade da época do clássico entre Real Madrid e Barcelona vai se repetir na Inglaterra. O treinador do United aliviou desta vez.

"Falar sobre um técnico, um clube e - eu não gosto da palavra, mas um rival, não é certo. Uma coisa é estar em uma competição como na Espanha, quando se trata de uma corrida entre dois cavalos. Na Itália, há três times. Mas na Premier League isso não faz sentido. Se você focar em um time ou um rival, os outros estarão rindo. Então, não quero fazer parte disso. Eu sou o treinador do Manchester United, com respeito a todos os outros clubes do país", declarou.

Ao falar sobre os objetivos no Manchester United, Mourinho deixou a humildade de lado: "Eu quero tudo. Vencer jogos, jogar bem, lançar jovens jogadores, fazer gols, para que os fãs estejam conosco. É um objetivo agressivo. Quero tudo. Espero estar fora da Liga das Campeões só nesta temporada. Devemos assegurar que este clube esteja onde tem de estar."

Últimas de Esporte