'El Loco' gera polêmica ao dispensar 11 jogadores por mensagem de celular

Treinador proibiu os atletas até de usar o estacionamento do clube

Por O Dia

França - Um dos treinadores mais folclóricos do mundo do futebol já começa a temporada 2017/18 do futebol europeu criando polêmica. Marcelo Bielsa fez grandes mudanças no elenco do Lille, dispensando o capitão da equipe e mais dez jogadores por SMS e até proibindo os atletas de usar o estacionamento do clube.

Marcelo Bielsa chegou com choque de ordem no LilleDenis Charlet/AFP

Rio Mavuba, que utilizava a braçadeira de capitão do Lille até a última temporada, foi um dos afastados, assim como o goleiro Enyeama, os zagueiros Palmieri e Basa e até mesmo Éder, autor do gol do título de Portugal na Eurocopa.

Palmieri deu entrevista ao site 'Foot Mercato' e explicou um pouco mais de como foi a decisão de Bielsa, afirmando que o novo treinador chegou a proibir os jogadores afastados de utilizar os mesmos vestiários que os companheiros.

"Fomos avisados por mensagem. A comissão técnica nos enviou um SMS antes do início da pré-temporada explicando que nos apresentaríamos no dia 3 de julho. Também nos explicaram as regras que deveriam ser seguidas para utilizar o estacionamento, vestiários e tudo mais. Ele fez isso mesmo, eu não escondo. Nós estamos completamente fora dos planos, entramos pela porta dos fundos. Não estamos no mesmo estacionamento, não estamos no mesmo vestiário, não tem os nossos números no clube. Não sei quais serão os próximos passos."

Apesar disso, o defensor ainda afirmou que, após o envio da mensagem de texto, Bielsa falou com os jogadores pessoalmente, tentando deixar tudo às claras com o atleta.

"É uma situação curiosa, mas não é o fim do mundo. Depois de mandar a mensagem, Bielsa veio nos ver, nos deu a mão e disse que se tivermos qualquer problema é só falar com ele. Vou ficar e espero que ele acabe gostando de mim."

Últimas de Esporte