De volta a Santiago, Montillo espera enfim derrotar o Colo-Colo no Monumental

Argentino atuou pela Universidad de Chile até o ano de 2010

Por O Dia

Chile - Montillo ficou conhecido pelo público brasileiro na Libertadores de 2010. O apoiador foi o destaque da Universidad do Chile, quando o time chileno eliminou o Flamengo nas quartas de final da competição. A partir do meio do ano, o meia migrou para o Cruzeiro, se destacou e foi vice-campeão brasileiro. No Botafogo, o jogador retorna para Santiago e tem pela frente o Colo-Colo, maior rival da "La U". A tarefa de derrotar a equipe chilena em casa é algo inédito até para o argentino.

Montillo teve boa passagem pela Universidad do ChileDivulgação

"La U faz uns 10 anos acho que não ganha no Monumental. Então a gente foi lá e nunca conseguiu ganhar. Mas o futebol vai mudando, agora estou com outra camisa e tomara que seja bem diferente. Vamos estar com estádio lotado pela torcida deles, mas temos muita família por trás, muito torcedor que está querendo o melhor para a gente, vamos lutar por eles também", afirmou.


Para se classificar na Libertadores, o Glorioso não precisa vencer, um empate garante a vaga. Apesar disso, Montillo afirmou que o Botafogo não pode entrar em campo com uma estratégia defensiva.

"Vai ser muito equilibrado, tem que ser um jogo pensado, não pode sair na loucura e descuidar tudo lá atrás. Tem que ser equilibrado, compacto na defesa, mas quando tiver a bola agredir, não podemos ficar 90 minutos aguentando o 0 a 0. Se toma um gol no minuto 80 não tem mais tempo para fazer o gol. Então tem que ser inteligente".