Que vacilo! Botafogo volta a jogar mal e perde para Atlético-GO no Nilton Santos

Resultado foi a terceira derrota seguida da equipe como mandante

Por O Dia

Rio - A fase do Botafogo no Brasileiro não é nada boa. Atuando em casa contra o lanterna e virtual rebaixado, Atlético-GO, o Glorioso voltou a jogar mal e acabou derrotado por 2 a 1 em confronto realizado nesta quinta-feira no Nilton Santos. Foi o terceiro resultado negativo seguido da equipe carioca atuando como mandante no Brasileirão.

Mesmo atuando fora de casa, os goaianos saíram na frente com Jorginho. Ainda no primeiro tempo, João Paulo deixou tudo igual para os donos da casa. No entanto, na etapa complementar, Luiz Fernando deu a vitória para o Dragão.

O Glorioso volta a jogar neste domingo contra o São Paulo, no Morumbi. No mesmo dia, o Atlético-GO recebe a Chapecoense.

Botafogo foi derrotado pelo Atlético-GO em casaReprodução Internet

O JOGO

O Atlético Goianiense chegou a surpreender logo aos 11 minutos através de Gilvan, mas o bandeirinha assinalou impedimento e o árbitro anulou o gol. Depois do susto, o Botafogo tomou conta da posse de bola e levou perigo em cabeçada de Igor Rabello para fora e chute do lateral-direito Arnaldo defendido pelo goleiro Klever.

Quando o Botafogo era melhor em campo, Jorginho fez bonita jogada individual e acertou o ângulo do goleiro paraguaio Gatito Fernández, abrindo o placar para o Atlético Goianiense aos 41 minutos. Dois minutos depois, os donos da casa empataram. João Paulo arriscou de fora da área e contou com uma "ajuda" de Kléver, que pulou atrasado.

O Botafogo voltou com uma postura mais ofensiva do intervalo, mas em uma falha da zaga viu o Atlético Goianiense ficar novamente na frente do placar, aos 14 minutos. Igor arriscou de longe e Gatito Fernández defendeu. No rebote, Breno Lopes cruzou rasteiro e Luiz Fernando completou para o gol. Essa foi a gota d'água para os mais de 10 mil torcedores presentes no Engenhão.

Debaixo de vaias, o Botafogo se lançou com tudo para cima e viu o Atlético Goianiense quase ampliar aos 39 minutos. Andrigo cobrou falta rasteira e Gatito Fernández espalmou para escanteio Nos minutos finais, o time carioca tentou bastante pelo alto, mas a zaga rubro-negra se comportou bem.

Os dois times voltam a campo neste domingo, pela 36.ª rodada. O Botafogo enfrenta o São Paulo, às 17 horas, no estádio do Pacaembu, na capital paulista, enquanto que o Atlético Goianiense recebe a Chapecoense, no mesmo horário, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 2 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Nilton Santos (RJ)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Auxiliares: Cleriston Rios (SE) e Fábio Pereira (TO)
Público/renda: -
Cartões amarelos: Luiz Fernando (ACG)
Cartões vermelhos: -
Gols: Jorginho (40'/1ºT) (0-1), João Paulo (42/1ºT) (1-1), Luiz Fernando (14/2ºT) (1-2)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva (Rodrigo Pimpão, aos 22'/2ºT) João Paulo e Marcos Vinicius (Valencia, aos 16'/2ºT); Guilherme e Brenner(Tanque, aos 16'/2ºT) Téc: Jair Ventura

ATLÉTICO-GO: Klever; Jonathan (Marcão Silva, aos 34'/2ºT) William Alves, Gilvan e Breno Lopes; André Castro, Igor (Ronaldo, aos 23'/2ºT) Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando; Diego Rosa. Téc: João Paulo Sanches

Com informações do Estadão Conteúdo