Fluminense e Flamengo usam o clássico como preparação para outras competições

Tricolor e o Rubro-Negro já estão garantidos nas semifinais do Carioca

Por O Dia

Rio - O jogo entre Fluminense e Flamengo, neste domingo, às 16h, em Cariacica (ES), é para aquecer as turbinas. O Tricolor estreia quarta-feira pela Copa Sul-Americana, contra o Liverpool, do Uruguai, no Maracanã. E, uma semana depois, pega o Goiás, fora de casa, pela Copa do Brasil, na busca por um carimbo no passaporte que lhe credencie à Libertadores de 2018. Já o Rubro-Negro tem no radar o confronto decisivo com o Atlético-PR, dia 12, no Maracanã, pela principal competição do continente.

Técnicos do Flamengo e Fluminense estão com a cabeça longe de CariacicaMontagem

A classificação à semifinal da Taça Rio, que será disputada no próximo fim de semana, apresenta-se como um peso extra na bagagem de quem tem, no plano de voo, a conquista da América como destino. Como tricolores e rubro-negros já garantiram a vantagem do empate na semifinal do Carioca, não estarão dispostos a gastar combustível no torneio doméstico.

O Fluminense não vai se arriscar a perder alguma peça importante para o duelo de quarta-feira contra o Liverpool. Por isso, Abel Braga vai mandar o time reserva. Um plano de voo que o regulamento do Carioca permitiu, mas que não deixa o treinador acomodado para o clássico.

"Por ter o regulamento dessa maneira, nós temos que pensar um pouco em quarta. Já estou sem Scarpa e Douglas. Se perco o Sornoza, fica complicado para o coletivo. Tenho que ver o que é melhor para a equipe. Espero que o torcedor compareça porque é Fla-Flu, cara. Para mim, não tem amistoso. Se não jogar à vera, pode passar até vexame", avisou Abelão.

A opção de Zé Ricardo por escalar os titulares não significa que valorize a passagem para a próxima fase da Taça Rio. A preocupação é com o ritmo de jogo dos titulares para a partida contra o Atlético-PR, daqui a 10 dias. Por isso, deixará fora aqueles jogadores que apresentam algum risco de lesão por desgaste acumulado.

"Acredito que será um Fla-Flu um pouco diferente. Precisa ser feita uma avaliação para a próxima temporada. Chegar classificado nessa fase esvazia um pouco. Mas a gente está encarando o jogo de forma muito séria, vendo mais uma possibilidade de nos colocarmos à prova para a fase final do Carioca e também para a Libertadores no dia 12", disse Zé Ricardo.