'Elenco recheado' vira arma do Fla contra maratona de jogos e viagens

César Martins elogia o plantel rubro-negro: 'É muito bom'

Por O Dia

Rio - Jogos, viagens, jogos e viagens... Esta tem sido a rotina do Flamengo no começo do temporada. A "maratona" cobra um preço e preocupa a comissão técnica. Desta forma, o Rubro-Negro optou por fazer um rodízio, a começar contra a Cabofriense, nesta quarta-feira, no Moacyrzão. Ter um "elenco recheado" é a arma do Fla.

César Martins será titular do Flamengo de novoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

"Todo mundo vai ter chance de mostrar qualidade. O elenco é muito bom. Se não fosse, não ia ser possível o rodízio. O pessoal que está jogando tem de dar uma descansada. Temos de ter elenco recheado para dividir os campeonatos", destacou o zagueiro César Martins, titular contra o Fluminense e mantido no time contra a Cabofriense.

Com o Maracanã e Engenhão destinados à Olimpíada, o Flamengo está sem casa e ainda não definiu onde mandará os seus jogos. A rotina de viagem preocupa e tem desgastado o elenco. Isso sem falar na adaptação aos gramados.

"Problema mais é o campo. Às vezes a gente pega campo bom, outros mais pesado e com grama mais alta. Viagem de ônibus para Macaé, depois volta já tem jogo em Volta Redonda. Por isso é bom ter o grupo recheado, e o Muricy pode fazer mudanças. Pegar campo com grama muito alta atrapalha, a grama segura um pouco a bola", analisa o zagueiro.