Flamengo ignora anfitriões

Melhor visitante do Brasileiro, com aproveitamento de 60%, time não vence o Timão, em Sampa, desde 2006

Por O Dia

Rio - O Flamengo aposta na sua força fora de casa para passar pelo Corinthians, amanhã, às 16h, no Itaquerão. Se vencer, o time voltará ao G-4 e quebrará um jejum de dez anos sem ganhar do Timão na cidade de São Paulo. Com 60% de aproveitamento em jogos cujo o mando de campo é do adversário, o Rubro-Negro é o visitante mais inconveniente do Campeonato Brasileiro.

O time é do tipo de visita que entra sem bater, abre a geladeira, pega uma cerveja e coloca os pés sobre a mesinha de centro da sala. Não tem qualquer consideração com o anfitrião. Nenhum outro time chega perto do seu desempenho neste ano. E, sob o comando de Zé Ricardo, o índice sobe para 75%.

Flamengo tem bom retrospecto contra visitantesGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Depois do Flamengo, os melhores visitantes do Brasileiro são Chapecoense e São Paulo, que conquistaram 44,44% dos pontos disputados. O líder Palmeiras, por exemplo, obteve apenas 26,66%.

Num ano em que o Flamengo integra o grupo dos sem teto, já que o Maracanã está fechado, o time parece ter se acostumado às viagens e à falta de uma base fixa. Sinal de que, amanhã, pode voltar a vencer o Corinthians na cidade São Paulo.

A última vez foi em 2006, no Morumbi — em 2009, bateu o Timão no Brinco de Ouro, em Campinas. De lá para cá, perdeu sete e empatou uma. No Itaquerão, atuou uma vez. E saiu derrotado.

Para o zagueiro Réver, tem dedo do Zé Ricardo nesses números: “O Flamengo está com cara de futebol moderno. O Zé gosta de trabalhar forte. O futebol hoje precisa de força e velocidade. Esperamos que haja a continuidade.”