Árbitro do Fla-Flu relata supostas ofensas de Rodrigo Caetano na súmula

Dirigente teria dito que arbitragem foi pior que a de Flamengo e Vasco

Por O Dia

Rio - A arbitragem no Fla-Flu voltou a gerar revolta no dirigentes do Rubro-Negro. O diretor de futebol, Rodrigo Caetano, foi citado pelo árbitro Rodrigo Carvalhaes, na súmula do clássico. Segundo o juiz, o diriegente rubro-negro estava na porta do vestiários dos árbitros com o objetivo de xingá-lo.

Rodrigo Caetano teria ofendido árbitro do Fla-FluGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

"Vocês são uns m..., com essa comissão e com esses instrutores de arbitragem conseguiram ser pior que o Índio no último clássico", relatou o chefe da partida.

A principal reclamação dos dirigentes foi sobre a expulsão do lateral-direito Pará. Rodrigo Caetano fez referência ao duelo entre Flamengo e Vasco, em que o árbitro Luiz Antônio Silva Santos, marcou um pênalti inexistente a favor do Gigante da Colina.

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, estava ao lado de Caetano, mas o árbitro registrou que o mandatário rubro-negro "não falou nada". Na súmula do Fla-Flu ainda, o árbitro justifica a expulsão de Pará. 

"Expulsei... o sr. Marcos Rogério Ricci Lopes (Pará)... por atingir com um chute de forma temerária na altura da barria de seu adversário de nº 77, o sr. Lucas Fernandes. O mesmo não precisou de atendimento médico e continuou normalmente na partida. O lance ocorreu em disputa de bola próxima à linha lateral do campo de defesa da equipe do C.R. Flamengo. Informo ainda que a bola já havia saído do campo de jogo pela linha lateral no momento do lance", disse.