Está sobrando? Conca fica fora até de time misto no Flamengo

Segundo o treinador Zé Ricardo, a opção segue critérios técnicos

Por O Dia

Rio - A lista de relacionados por Zé Ricardo para o jogo desta quarta-feira, contra o Palestino, às 21h45, em Santiago, pelas oitavas de final da Sul-Americana, traz duas certezas: o Campeonato Brasileiro é a prioridade na Gávea e, na competição continental, os jogadores mais jovens e os menos utilizados do elenco devem receber oportunidades. À exceção de Conca.

Conca segue sem espaço na equipe do FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Léo Duarte, Rômulo, Mancuello, Vinicius Júnior, Vizeu, Paquetá e Gabriel viajaram. Dos titulares, somente Thiago, Réver, Cuéllar, Everton e Everton Ribeiro, que ainda necessita de ritmo. Critério que não garantiu vaga a Conca.

Contratado em meio ao processo de recuperação de uma cirurgia no joelho esquerdo — passou cerca de dez meses sem jogar —, Conca desentendeu-se com Zé Ricardo há quase um mês. Ele se sentia pronto, mas o técnico relutava em escalá-lo.

Contornada a crise, o meia ficou no banco contra o Avaí. Só estreou, porém, na rodada seguinte, diante da Ponte Preta. Na sequência, no Fla-Flu, recebeu nova chance.

Nas três partidas subsequentes, no entanto, o argentino permaneceu no banco até o fim da partida, embora nos jogos no Rio, contra Chapecoense e Santos, a torcida tenha gritado seu nome. Domingo, nem relacionado foi para o duelo com o São Paulo.Segundo Zé Ricardo, a opção segue critérios técnicos.

"A gente tem burocracia, um limite de estrangeiros que temos que cumprir (no Brasileirão). O Berrío era importante na estratégia desse jogo. Tanto Mancuello quanto Conca ocupam a mesma faixa de campo. Mancuello fez excelente semana de treinamento e, por méritos, ficou na relação", explicou o técnico, domingo.