Moradores massacram a tiros 130 cachorros de rua

Animais tiveram corpos queimados no Marrocos com a ajuda de funcionários municipais. Eles alegam 'dezenas de mordidas'

Por O Dia

Marrocos - Um novo massacre de cachorros de rua aconteceu no Marrocos, neste caso no sul do país, segundo recolhe nesta segunda-feira um site local de Chichahua, uma região agrícola ao oeste de Marrakech, onde ocorreram os fatos. O ato matou a tiros 130 cachorros, que foram posteriomente carregados em um caminhão e seus corpos foram queimados em um local aberto.

Um portal afirmou que o massacre foi obra de "cidadãos com a ajuda de funcionários municipais", que respondiam assim a dezenas de casos de mordidas. De acordo com o "Morroccan Times", uma menina de 4 anos foi comida por um cachorro de rua em maio deste ano. Na página do site do jornal marroquino, alguns cidadãos respondiam às críticas ao massacre dos cães com a notícia.

Imagem de um dos massacres em que cães foram mortos no Marrocos Reprodução Youtube

Este não é o primeiro massacre em massa de cães de rua no Marrocos. Em março, causaram grande impacto as imagens gravadas por uma "patrulha de saúde", que mostravam seus membros matando a tiros os cachorros de rua em uma noite qualquer na cidade de Alcazarquivir.

Promotores dos direitos animais fizeram então circular um pedido pelas redes sociais para pedir que, no pior dos casos (raiva ou outras epidemias) seja aplicada nos cachorros uma injeção letal e outros métodos menos cruéis de sacrifício.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência