OMS: Epidemia de cólera no Iêmen causou 34 mortes em 11 dias

De acordo com a organização, entre 27 de abril e 7 de maio houve um total de 2.022 casos suspeitos

Por O Dia

Genebra - A epidemia de cólera no Iêmen causou 34 mortes em nove de suas províncias em apenas 11 dias e, além disso, foram registrados 2.022 casos de diarréia aguda e suspeita de cólera, informou nesta terça-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Estamos preocupados pelo ressurgimento de casos em Sanaa, Ad Dali, Ibb, Ta'izz, Dhamar, Hajjah, Al Bayda, Al Mahwit, Asima e Hudaydah", apontou à Agência Efe o porta-voz da OMS Tarik Jasarevic.

"A OMS está em um estado de elevado alerta para conter o recente aumento de casos suspeitos de cólera", acrescentou.

O porta-voz disse que prevenir a expansão do surto é uma alta prioridade da OMS e "estamos coordenando esforços com todas as partes para assegurar uma resposta eficaz e rápida".

Entre 27 de abril e 7 de maio houve um total de 2.022 casos de diarréia aguda e suspeita de cólera e 34 mortes em nove províncias, de acordo com a OMS. No total, 39 amostras de fezes deram positivas para cólera, acrescentou a organização internacional.

A taxa de mortalidade desta epidemia está situada atualmente em 1,65%, segundo a mesma fonte, uma cifra bastante alta dado que a ONU considera 1% o limite do que é considerada uma emergência.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência