STJ manda Youssef depor de novo em inquérito que investiga Cabral e Pezão

Procuradoria Geral da República 'esclarecimentos complementares'

Por O Dia

Brasília - O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STF) Luís Felipe Salomão determinou nesta segunda-feira que um juiz auxiliar tome um novo depoimento do doleiro Alberto Youssef no inquérito que investiga o ex-governador do Rio Sérgio Cabral e seu sucessor, o atual governador Luiz Fernando Pezão.

Em setembro, a Polícia Federal pediu o arquivamento do caso, sob a alegação de que não foram encontradas provas de envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras. Mas a Procuradoria Geral da República pediu ao STJ que mantivesse o inquérito por serem necessários “esclarecimentos complementares”. Cabral se disse indignado com o envolvimento do nome dele no episódio. Já Pezão afirmou ter plena confiança na Justiça.