Por gabriela.mattos
Irã condena jornalista do 'Washington Post' à prisãoEPA

Irã - A Justiça do Irã condenou o jornalista Jason Rezaian, que trabalha para o jornal "Washington Post", à prisão, informou a agência oficial de notícias Irna neste domingo. Segundo a publicação, a pena não foi informada pelas autoridades.

Rezaian tem dupla nacionalidade, sendo iraniano e norte-americano, e foi acusado de "espionagem" e de "colaborar com governos hostis".

De acordo com fontes locais, a pena para esse tipo de "crime" pode chegar a até 20 anos de detenção.

O chefe da editoria de Internacional do "WP", Douglas Jehl, condenou a formalização da condenação e disse que "cada dia que Jason passa na prisão é uma injustiça porque ele não fez nada de mal".

Já o Departamento de Estado anunciou que está a par da situação de Rezaian. O jornalista do "Washington Post" foi detido, ao lado da esposa e de dois amigos, no dia 22 de julho de 2014. Desde então, os outros três acusados foram liberados - sem se ter notícias de um julgamento - e apenas Rezaian ficou em um presídio.

Você pode gostar