SuperVia vai abrir garagem de 1,2 mil carros na Leopoldina

Estacionamento começa a funcionar segunda-feira. Ideia é reduzir carros no Centro

Por O Dia

Rio - Como mais uma ação para minimizar os impactos no trânsito devido às obras da região central da cidade, parte do terreno da Estação da Leopoldina vai ser usada como estacionamento a partir da semana que vem. Inicialmente, o local terá capacidade para 1,2 mil carros, mas a prefeitura estuda a possibilidade de ampliar o número de vagas para 3 mil. A garagem será administrada pela SuperVia, que detém a concessão do terreno, e fará o transporte dos clientes até o Centro.

O funcionamento será de 6h às 20h e haverá duas entradas: na Avenida Francisco Bicalho e na Rua Francisco Eugênio. Nesta segunda, a operação começa em fase de testes e, até o dia 17, o funcionamento será pleno. A concessionária ainda não informou os preços. O novo estacionamento fica na borda de um corredor de tráfego entre a Linha Vermelha, Avenida Brasil, Centro e a Praça da Bandeira. Por ali passam também veículos que vêm da Ponte Rio-Niterói.

Em destaque%2C o terreno da SuperVia que será usado para a instalação do estacionamento que pode chegar a ter até 3 mil vagas para carros%2C com transporte para o CentroArte%3A O Dia

De acordo com o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório, a liberação da área para estacionamento faz parte de um pacote de ações elaboradas em conjunto com o Ministério Público. A ideia é evitar que carros particulares circulem pelo Centro, uma vez que o trânsito na região passa por uma série de mudanças. Entre as principais, o fechamento do Mergulhão da Praça 15 e a transformação da Avenida Rio Branco em via de mão dupla exclusiva para ônibus e táxis, a partir do dia 16.

“O fechamento total da Perimetral foi um grande fantasma que assombrou o Rio durante meses. Agora passamos desta fase. As duas semanas que estão por vir serão bem difíceis, mas estamos fazendo total esforço para mitigar os efeitos das obras. Mais uma vez a gente conta com a colaboração de todos e pede que evitem ir para o Centro de carro. O estacionamento é uma opção de o motorista parar antes dos pontos mais críticos, principalmente os que vêm da Zona Norte”, disse.

Uma das entradas do estacionamento será ao lado da Estação da Leopoldina%2C na Francisco BicalhoJoão Laet / Agência O Dia

Prefeitura quer fazer licitação para barcas das lagoas da Barra

A Prefeitura do Rio está terminando estudo que vai mostrar a viabilidade técnica e comercial das lagoas da região da Barra da Tijuca e de Jacarepaguá para transporte de passageiros. A informação é do secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório, que disse ainda que o projeto estará pronto em dois meses.

“A gente ainda está estudando isso, mas já sabemos que é viável do ponto de vista econômico. Temos que saber que empresas vão se interessar em participar desta licitação. Para a gente é muito claro que o Rio precisa usar mais o transporte aquaviário”, contou, após apresentar os planos de mobilidade urbana a empresários, na Associação Comercial do Rio.

Osório contou ainda que uma nova barca, alugada pelo Consórcio Porto Novo, entrará em operação, a partir de segunda-feira, no trajeto Niterói-Praça 15. A intenção é incentivar que a população use o transporte público. Segundo dados da Secretaria Municipal de Transportes, atualmente 17% dos veículos particulares que trafegam pela região central do Rio vêm do outro lado da ponte. O catamarã Jumbo tem capacidade para transportar 420 passageiros.

Últimas de Rio De Janeiro