Mulher de Eike Batista ironiza postura de juiz: 'Obrigada por tanto apreço!'

Flávia Sampaio postou foto de outro carro apreendido, uma Land Rover, na garagem do condomínio do magistrado

Por O Dia

Rio - Flávia Sampaio, a mulher de Eike Batista, utilizou sua conta no Instagram para criticar a postura do juiz Flávio Roberto de Souza, flagrado nesta terça-feira dirigindo o Porsche Cayenne do empresário. Na imagem compartilhada por ela, aparece um outro veículo de Eike apreendido, uma Land Rover, no local que seria a garagem do magistrado.

"E não é que o outro carro também está bem guardadinho na garagem do Juiz? Muito obrigada V. Excelência por tanto apreço!! #agradecimento#juizpreocupado #zeloso #quantoamor", ironiza a advogada.

Flávia Sampaio%2C mulher do empresário Eike Batista%2C ironiza conduta do juiz Flávio Roberto de SouzaReprodução Instragram

LEIA MAIS:

Juiz flagrado dirigindo carro de Eike diz que conduta é 'absolutamente normal'

TRF suspende leilões de carros de Eike

Corregedoria da Justiça Federal do Rio abre sindicância para investigar juiz

Em um outra postagem, ela volta a criticar a postura do juiz e publica a imagem do piano levado pela Polícia Federal duranta a operação. "Seré pelo mesmo zelo que quiseram tanto tirar um piano de casa (foram 3 x na casa para montar a engenharia de retirada) e levar para.., o mesmo endereço onde estão os carros??! #equipezelosa#agradecimento #quantoamor."

Flávia também lembrou de piano apreendido pela Polícia FederalReprodução Instragram

Relembre o caso

No dia 6 de fevereiro, a Polícia Federal apreendeu diversos bens do empresário Eike Batista - como carros de luxo e até um piano -; de seus dois filhos mais velhos, Thor e Olin; de sua ex-mulher, Luma de Oliveira, e da mãe de seu terceiro filho, Flávia Sampaio, em duas residências do milionário, no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio.

A operação foi realizada em cumprimento à decisão da 3ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio, proferida ontem, determinando o bloqueio dos bens de Eike, que responde por ações fraudulentas no mercado financeiro.

Além dos bens de Eike Batista, a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão de bens da mãe de seu terceiro filho, Flávia Sampaio.

Entre os bens, foram apreendidos sete carros, entre eles um Lamborghini Aventador LP700-4 - avaliado em R$ 2,8 milhões, e que era usado para decorar a sala do empresário - e um Porsche Cayenne. Os agentes também levaram R$ 90 mil em dinheiro, celulares, computadores, quadros e até um piano.

A decisão do juiz Flávio Roberto de Souza tinha como objetivo, em caso de condenação do empresário, garantir o pagamento de indenizações e multas a credores. Ainda segundo a Justiça, Thor, Olin, Luma e Flávia, foram beneficiados com doações do empresário.

Eike é acusado de falsidade ideológica, formação de quadrilha, indução do investidor ao erro, uso de informações privilegiada e manipulação de mercado. Até o momento, havia apenas um processo pela prática dos dois últimos crimes. Porém, outros processos correlatos estão sendo unificados, com as denúncias que ampliaram as acusações.

Últimas de Rio De Janeiro