Primeira semana após Carnaval começa com problemas nos transportes

Descarrilamento na SuperVia deixa feridos e causa atrasos. Também houve atrasos no metrô e filas nas barcas

Por O Dia

Rio - A manhã de segunda-feira, na primeira semana após o Carnaval, foi de problemas nos transportes públicos no Rio. Na SuperVia, um trem descarrilou deixando sete feridos e causou atrasos. No metrô, problemas na sinalização deixou os intervalos irregulares, enquanto nas barcas houve aumento de passageiros e filas no acesso à estação Arariboia.

De acordo com a MetrôRio, o problema na sinalização aconteceu por volta das 10h na estação Presidente Vargas, causando atrasos nas linhas 1 e 2. Ainda segundo a concessionária, o reparo foi concluído por volta das 10h30 e a circulação normalizada às 10h45. Os intervalos irregulares deixaram ainda mais cheias as estações.

Já nas barcas, passageiros enfrentaram filas enormes na manhã desta segunda-feira na estação Arariboia, em Niterói, para pegarem as embarcações em direção ao Rio. A CCR Barcas reconheceu a lotação no acesso à estação e informou que houve aumento no número de passageiros.

Passageiros das barcas enfrentam filas enormes em NiteróiSeguidor %40Pedro_FonsecaS

Segundo a concessionária, até as 8h, foram transportados 78,3% a mais em relação à média das segundas-feiras de março do ano passado. Apesar das filas, a operação em todas as linhas foi normal, de acordo com a CCR.

Na SuperVia, o descarrilamento de um trem do ramal Japeri que seguia para a Central do Brasil na estação Deodoro, na Zona Oeste, deixou sete pessoas ficaram feridas. Elas foram encaminhadas para os hospitais Carlos Chagas, em Marechal Hermes, e Albert Schweitzer, em Realengo.

Levada para o Carlos Chagas, a faturista Sandra Conceição, 46 anos, ficou indignada com o serviço prestado pela SuperVia. "A SuperVia não deu nenhum tipo de informação e me sinto envergonhada por me submeter a isso", disse.

Trem descarrila em Deodoro%2C deixa sete feridos e causa atrasosCarlos Eduardo Cardoso / Agência O Dia

Aeroporto Santos Dumont operou por instrumentos

O Aeroporto Santos Dumont operou desde a sua abertura, às 6h desta segunda-feira, até às 12h14 com o auxílio de instrumentos para pousos e decolagens, por conta da neblina que encobria a região do Centro. Já o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Galeão, operou visual para todas as manobras.

Forte neblina atrapalhou operação no Aeroporto Santos DumontAlessandro Buzas / Agência O Dia

Ônibus sobe a calçada, atinge residência e deixa 23 feridos em Madureira

Um ônibus subiu a calçada na Rua Maria Lopes, em Madureira, Zona Norte da cidade, na manhã desta segunda-feira, nas proximidades do shopping popular Tem Tudo. No acidente, o veículo atingiu o muro de uma casa.

Bombeiros do Quartel de Campinho estiveram no local e socorreram 23 pessoas feridas. O motorista da linha 685 (Irajá-Méier) ficou preso às ferragens. As vítimas foram levadas para os hospitais Carlos Chagas, em Marechal Hermes, e Salgado Filho, no Méier. Dos feridos, 21 tiveram ferimentos leves e dois tiveram ferimentos moderados.

O trânsito chegou a ficar interditado na Rua Maria Lopes, de acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, mas foi parcialmente fechada. Como rota alternativa, motoristas podem optar pelas ruas Ângelo Dantas e Domingos Lopes.

Ônibus atingiu muro de casa em Madureira e 23 pessoas ficaram feridasFabio Gonçalves / Agência O Dia


Últimas de _legado_O Dia 24 Horas