Polícia prende casal de estelionatários em hotel de luxo de Copacabana

Dupla fez compras em lojas e pela Internet, além de frequentar restaurantes usando cartão de crédito de terceiro e documentos falsos

Por O Dia

Rio - Policiais da 13ª DP (Ipanema), coordenados pela delegada Patrícia de Paiva Aguiar, prenderam em flagrante, em um hotel de luxo de Copacabana, um casal de estelionatários que se passava por turistas. Segundo os agentes, Sidney da Costa Neves e Vanessa Montenegro Melo são de Brasília e se hospedaram no dia 25 deste mês, usando cartão de crédito de terceiro e documentos falsos. Além da hospedagem, eles fizeram compras em lojas e pela internet e frequentaram restaurantes e a praia.

Com Sidney e Vanessa, que estavam sendo monitorados e foram presos no hall do hotel, os agentes encontraram carteiras de identidade e habilitação falsificadas, cheque, cartão de crédito roubado, vale alimentação, cartões de diferentes bancos, cartão de seguro e cartões de clubes de vantagens. Além de Sidney e Vanessa, os policiais investigam um outro casal de estelionatários que age em conjunto com eles e também chegou a se hospedar no hotel, mas já havia ido deixado o local.

"Além de usar documentos e cartões roubados, essa quadrilha produz as falsificações. Nós já sabemos que eles têm um equipamento que faz os cartões clonados. Eles agem juntos para a prática criminosa e vivem disso", disse a delegada titular.

Os agentes trabalham agora para identificar o outro casal e investigam se a quadrilha usou o material roubado e clonado para pagar a hospedagem e despesas em um resort na cidade de Itu, em São Paulo. Os quatro investigados se hospedaram no local no dia 22, antes de vir ao Rio, com um grupo de cerca de 20 pessoas, e foram à festa Tomorrowland.

Pelo menos uma vítima do grupo já foi identificada. Sidney e Vanessa já tinham passagem pela polícia pelo mesmo crime. Em 2013, eles foram detidos, também em Copacabana, fazendo compras com cartão clonado. O casal foi indiciado por tentativa de estelionato e associação criminosa.

Últimas de Rio De Janeiro