Polícia apreende último suspeito de matar adolescente na Linha Amarela

Jovem foi morta durante um arrastão, no dia 7 do mês passado, na véspera do Dia das Mães

Por O Dia

Ana Beatriz Frade foi morta durante arrastão na Linha AmarelaReprodução Facebook

Rio - Agentes do 3º BPM (Méier) apreenderam, no início da noite desta quarta-feira, o último suspeito de participar da morte de Ana Beatriz Frade, de 17 anos, na Linha Amarela. O jovem, de 17 anos, é o sétimo homem que teria participado de um arrastão, no dia 7 do mês passado. Ele foi encaminhado à Delegacia de Homicídios da Capital (DH).

Na ocasião do crime, a jovem, o padrasto e uma criança de dois anos — que estava no banco traseiro do carro e não se feriu — seguiam para o Aeroporto do Galeão para fazer uma surpresa para a mãe da vítima, que estava chegando de Guarapari, no Espírito Santo. Ela estava no Rio para passar o Dia das Mães com a família.

No último dia 1º, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou quatro acusados pela morte de Ana Beatriz. A 23ª Promotoria de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos ofereceu a denúncia contra Douglas Paiva Santos Ventura da Silva, Jefferson de Paiva Campos da Cruz, Victor Hugo dos Santos Correia e Gustavo Pedrosa Barros.

Os quatro denunciados vão responder pelos crimes de latrocínio e formação de quadrilha. Um menor de idade também foi apreendido durante as investigações.

LEIA MAIS

Adolescente morre após ser baleada em arrastão perto da Linha Amarela

?Ministério Público denuncia quatro por morte de jovem na Linha Amarela

Mais um homem envolvido na morte de jovem baleada na Linha Amarela é preso

Segundo a denúncia, os réus armados abordaram o carro em que Ana Beatriz estava. O padrasto da menina, que conduzia o veículo, acelerou, tentando fugir. Na sequência, Douglas disparou, atingindo a adolescente.


Últimas de Rio De Janeiro