Ajuda online a banca queimada em protesto no Centro

Objetivo é juntar R$ 10 mil para pagar o reparo da banca, que ficou em R$ 14 mil

Por O Dia

Rio - Enquanto servidores públicos protestavam, na quarta-feira passada, no Centro, para receber o salário atrasado e o 13º, o jornaleiro da esquina da Avenida Rio Branco com Rua da Assembleia viu a fonte de renda ser destruída pelas chamas. É que a banca, da qual Marcelo Gomes, de 46 anos, é locatário ficava ao lado de onde alguns manifestantes incendiaram um ônibus e foi atingida pelo fogo.

Gomes, no entanto, contou com uma ajuda inesperada. A advogada Joanna Maravilha Bastos, de 24, trabalha em frente ao local e criou uma ‘vaquinha online’. O objetivo é juntar R$ 10 mil para pagar o reparo da banca, que ficou em R$ 14 mil.

“A Joanna está sendo um anjo. O que vier de ajuda vai ser muito bem recebido. Não sou o dono da banca, mas locatário e responsável por ela. O prejuízo que tive passa dos R$ 25 mil”, detalhou Marcelo, que mora em Benfica e tem três filhos. “Ali é o meu sustento. Estou deixando de ganhar dinheiro”, afirmou ele.

“No dia seguinte (da manifestação) encontrei o Marcelo com uma cara triste e olhos inchados de chorar. Me coloquei à disposição para ajudar”, afirmou Joanna, que começou com a ‘vaquinha online’ no dia 2 de fevereiro. A arrecadação já passou de R$ 2 mil.

Últimas de Rio De Janeiro