Buraco é descoberto em Bangu e detentos vão para isolamento

Seap informou que escavação era pequena e não cabia uma pessoa

Por O Dia

Rio - Agentes da Secretaria de Segurança e Administração Penitenciária (Seap) encontraram, neste domingo, um buraco do lado de fora do pavilhão no Instituto Penal Vicente Piragibe, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Em nota, a Seap informou que o buraco era pequeno e não suficientemente grande para caber uma pessoa. Dois internos assumiram a culpa e foram encaminhamos para o isolamento. A secretaria ressaltou ainda que uma sindicância foi aberta para apurar as circunstâncias do fato.

Marcelo PQD atuava como mestre de obras em cadeia com túnelLéo Corrêa / Arquivo / Agência O Dia

Marcelo PQD atuava como mestre de obras em cadeia com túnel

Preso por tráfico, Marcelo Soares de Medeiros, o Marcelo PQD, atuava como mestre de obras no presídio onde foi descoberto um túnel no início deste mês, dentro do Complexo Penitenciário de Bangu. Era ele o responsável por fiscalizar uma reforma na quadra interna e tinha a função de cuidar das pás de escavação, por exemplo. A informação foi passada ao DIA por agentes penitenciários e repassada ao Ministério Público.

Marcelo PQD cumpre pena por tráfico de drogas e foi apontado pela Polícia Civil como um dos principais articuladores da entrada de armas no início dos anos 2000 no Rio. Ele está preso desde 2007. O túnel estava embaixo da última cama de uma galeria do Instituto Vicente Piragibe e já tinha cerca de 10 metros de comprimento, na ala D, em direção à frente da cadeia. Também contava com iluminação e espaço para uma pessoa caminhar curvada.

O presídio Vicente Piragibe possui diversas tubulações de esgoto e é considerado uma das unidades mais precárias. Em 2013, 27 detentos conseguiram fugir após escavar um túnel até uma dessas tubulações.

Na ocasião, a Seap informou que o túnel foi descoberto após investigações da Superintendência de Inteligência e que o local foi interditado. “Os internos foram transferidos para outras galerias. Ressaltamos que uma sindicância foi aberta para apurar as circunstâncias do fato”, acrescentou a secretaria.

Últimas de Rio De Janeiro