Mais de 30 kg de alimentos são descartados durante fiscalização

Entre as comidas descartadas estão queijo italiano e diversas carnes que vencidas

Por O Dia

Rio - O Procon Estadual realizou, na segunda-feira (17), uma nova etapa da Operação Secos e Molhados, que desta vez vistoriou supermercados do Leblon e da Gávea, na Zona Sul do Rio. Três supermercados foram fiscalizados e todos eles foram autuados. Ao todo, 36kg e 116g de alimentos impróprios para o consumo foram descartados. 

Agentes do Procon Estadual fiscalizam supermercados da Zona SulDivulgação

Na filial do Pão de Açúcar (na Rua José Linhares, 245, Leblon), os fiscais descartaram 25kg e 36g de alimentos. Na câmara de resfriados de carne, 6kg e 500g de filé mignon, 5kg e 900g de maminha e 3kg e 300g de fraldinha estavam vencidos. Já na câmara resfriada de laticínios, foram encontrados 7kg e 900g de queijo italiano também vencido. Na área da padaria, os fiscais descartaram 900g de cebolinha e 536g de peito de peru, ambos fora do prazo de validade.

Além disso, dois baldes de doce de leite estavam abertos e armazenados fora da refrigeração, o que infringe a determinação do fabricante para a conservação do produto.

No Mercado Econômico da Gávea (na Rua Marques de São Vicente, 438), 10kg de produtos impróprios para o consumo foram descartados. Entre eles estavam 3kg e 900g de paio, 2kg e 300g de linguiça calabresa para churrasco, 1kg e 400g de linguiça calabresa e 1kg e 400g de linguiça finas, todos eles estavam no balcão de vendas sem especificação do prazo de validade. Duas caixas de ovos de codorna e 1kg de linguiça estavam na área de vendas acima do prazo de vencimento.

A fiscalização também detectou que o balcão de vendas de laticínios estava enferrujado. Os fiscais deram o prazo de 15 dias para o reparo. O estabelecimento não apresentou o certificado do Corpo de Bombeiros e nem o certificado de potabilidade de água. Este último deverá ser apresentado na sede do Procon-RJ no prazo de 15 dias, sob pena de interdição.

 Já a filial do Zona Sul (na Avenida Rodrigo Otávio, 269, Gávea), 600g de queijo prato e 230g de peito de peru estavam na área de vendas de frios sem especificação da data de vencimento. Outras 250g de sfoglia (massa fina) estava fora da validade. Produtos com a data de validade acima do que determina o fabricante estavam sendo vendidos na área de vendas de frios, entre eles: salame, com sete dias de prazo no lugar de cinco dias após aberto; lombo com ervas, com nove dias no lugar de cinco dias após aberto; e lombo condimentado, com nove dias no lugar de cinco dias após aberto. Pisos quebrados e prateleira enferrujada foram detectados na câmara de congelados pela fiscalização e o supermercado tem quinze dias para regularizar estes problemas, sob pena de interdição. 


Últimas de Rio De Janeiro