Reclamar Adianta: cuidado com golpe e armadilha

Idosos são alvos de cobranças indevidas, golpes e encontram dificuldades na contratação e manutenção de seus planos de saúde

Por O Dia

Rio - No fim de semana foi comemorado o Dia Internacional do Idoso, mas, infelizmente, o consumidor idoso não tem muito o que comemorar. Alvo de irregularidades e armadilhas, muitos têm seus direitos desrespeitados. São alvos de cobranças indevidas, golpes e encontram dificuldades na contratação e manutenção de seus planos de saúde, além de serem vítimas de reajustes ilegais, especialmente aqueles aplicados por mudança de faixa etária.

Os idosos ficam vulneráveis à tática agressiva dos bancos: basta a pessoa se aposentar e começam as ligações que oferecem crédito consignado. Muitas vezes, a pessoa nem recebeu o primeiro benefício, e as ligações já começaram. Os bancos não deixam nenhuma margem livre. Assim que o aposentado quita um, ofertam um novo. É preciso redobrar a atenção para não ser vítima destas e outras armadilhas!

'Financiamento imobiliário tem prós e contras. Uma desvantagem são os juros. É válido se planejar no médio ou longo prazo' Reinaldo Domingos, educador financeiroDivulgação

Abatimento na conta

Mais uma vez peço ajuda para que a Oi faça abatimento na minha fatura, pois do dia 14 ao dia 17 de setembro fiquei sem telefone e internet em casa. O sinal só foi restabelecido no dia 18. Não concordo em pagar pelos dias que fiquei sem os serviços. Antônio Viana, Bairro de Fátima

A Oi entrou com contato com o cliente Sr. Antônio em 27/09 e informou que corrigiu o valor das faturas em questão, bem como, prorrogou a data de vencimento, fazendo envio de 2ª via através dos Correios. Assessoria de Imprensa Oi.

Vazamento de água

Valho-me do 'Reclamar Adianta' para pedir que a Cedae venha atender às várias reclamações feitas sobre os vazamentos de água aqui em minha rua. Os vazamentos ficam próximo ao número 347 da Avenida Aragão no bairro Covanca em São Gonçalo. Francisco Das Chagas Cardoso, Covanca

A Cedae informa que o reparo foi concluído na última segunda-feira, dia 2 de outubro Assessoria da Cedae

Não tenho direito?

Encerrei uma conta corrente no Itaú e meses depois recebi um cartão de crédito. Sou pensionista e achei que era o cartão do banco que recebo. Usei durante anos até que o cartão perdeu a validade. Em janeiro recebi cobrança da anuidade. Tenho que pagar por um cartão que não recebi? Entrei em contato com o SAC e fui informada de que não tenho direito ao cartão! Vandira Silva Alves, Jardim Atlântico - Maricá.

Identificamos que o cartão de crédito encontra-se cancelado, e os valores pagos referente à anuidade, efetuamos a devolução, que será realizada através de ordem de pagamento. A ordem de pagamento estará disponível em até 05 dias úteis, para retirada em qualquer agência Itaú. Assessoria de Imprensa Itaú

Cobrança errada!

A Net cobrou novamente por um serviço que não estamos mais utilizando e que até pedimos para cancelar. Tentamos ligar para a Net para tentar resolver o problema, mas não estamos conseguindo. Por favor, me ajude! Políbio Manuel Rodrigues, Tijuca 

Em atenção à mensagem enviada em nome do Sr. Políbio Manoel Rodrigues, a Net informa que, em contato com o cliente, acertou os valores. A operadora permanece à disposição para quaisquer esclarecimentos. Assessoria de Imprensa Net

Dúvidas frequentes - Dra. Luciana Gouvêa, advogada

Os estacionamentos privados costumam conter placas sugerindo que não se responsabilizam por "danos ou objetos deixados no interior do veículo", apesar da legislação ser clara no sentido dos estacionamentos terem o dever de garantir a integridade do automóvel que lhes foi entregue para guarda, inclusive garantir a segurança das pessoas que deixam seus carros no local e lá transitam.

"Em se tratando de um estabelecimento comercial, o estacionamento tem o direito de cobrar pelo serviço de guardar o seu veículo e o preço cobrado pode ser aquele que ela entenda justo para obtenção do lucro necessário à sua continuação no mercado", informa a advogada Luciana Gouvêa. "Acontece que, onde há direitos, há deveres, portanto, é possível reclamar indenização nos casos de furtos de objetos, arranhões e amassados nos veículos, assaltos ou acidentes dentro da área do estacionamento, apesar dos cidadãos brasileiros estarem desacostumados a exercer seus direitos, especialmente o direito de requerer indenização", orienta.

 

Últimas de Rio De Janeiro