Preso com armas e drogas, filho mais novo de Amarildo é transferido

Amarildo Gomes da Silva, 22 anos, foi preso na última quinta-feira após policiais encontrarem uma pistola, munições e drogas na casa dele

Por O Dia

Amarildo Gomes da Silva%2C filho do pedreiro Amarildo%2C morto por policiais após desaparecer na Favela da Rocinha 2013Divulgação

Rio - Amarildo Gomes da Silva, 22 anos foi transferido na tarde desta sexta-feira para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Ele foi preso por policiais do Batalhão de Ação com Cães (BAC) em casa, na Favela da Rocinha, na tarde de quinta-feira, com uma pistola, munições e drogas. 

O filho mais novo do auxiliar de pedreiro Amarildo Dias de Souza, desaparecido desde julho de 2013, foi autuado por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação ao tráfico. Segundo a polícia, a mãe do rapaz, Elizabeth Gomes da Silva, autorizou a entrada dos militares na casa.

Ainda de acordo com a polícia, na pistola apreendida havia a inscrição da facção Comando Vermelho, a qual pertence o traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, que está em guerra com o traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, pelo controle do tráfico na região desde 17 de setembro. 

Amarildo da Rocinha

O auxiliar de pedreiro Amarildo Dias de Souza desapareceu depois de ser levado pela polícia para prestar esclarecimentos na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade.


Últimas de Rio De Janeiro