Por

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes afirmou ontem que ele e seus pares "apanham mais que jogadores de futebol". Em palestra na Procuradoria-Geral do Estado do Rio, Moraes disse que há um desequilíbrio entre os poderes no Brasil, porque o Legislativo está fragilizado, enquanto o Judiciário ganhou força. Ele argumenta que a maior parte da população não se recorda dos congressistas nos quais votou, situação oposta à do o STF.

"O que se institucionalizou na Justiça se perdeu no Legislativo. Casos e casos de corrupção se acumularam (no Legislativo). Aí que surge a possibilidade de aparecer um salvador da pátria", afirmou. Em sua fala, Moraes explicou que um dos papéis do STF é "evitar a tirania da maioria". "Num embate entre o Executivo e o Legislativo já verificamos que sempre no Brasil isso resultou em golpe."

Ele ainda fez um apelo para que, na próxima eleição, de 2018, a população seja mais criteriosa na escolha dos congressistas. E criticou o STF por ter declarado inconstitucional, em 2006, a reforma política aprovada no Congresso. "O Supremo confundiu cláusula de barreira com cláusula de desempenho", acrescentou.

Você pode gostar
Comentários