Encantando o público infantil há um ano

'Carinha de Anjo' mantém 2º lugar no ibope e fica no ar até 2018

Por gabriel sobreira

Leonor Correa, a autora de 'Carinha de Anjo', do SBT
Leonor Correa, a autora de 'Carinha de Anjo', do SBT - Leonardo Nones/SBT

Amanhã, a novela 'Carinha de Anjo', do SBT, completa um ano no ar. A trama, que será exibida até abril, ou seja, com 17 meses de duração totalizando 350 capítulos, é vice-líder de audiência com 10 pontos, tem mais de 900 milhões de visualizações alcançadas no canal oficial da novela no Youtube, possui uma turnê de shows e diversos produtos licenciados. "As crianças assistem ao mesmo filme zilhões de vezes. No caso da novela, já é uma tradição do SBT ter novelas longas, porém com muitas novidades e viradas na história. O importante é não se acomodar", afirma a autora Leonor Correa.

PARTICIPAÇÕES

O último capítulo foi entregue em agosto pela autora, e as gravações já foram encerradas. "Preparamos novidades o tempo todo", frisa Leonor Correa. "Se Gustavo (o mocinho vivido por Carlo Porto) e Cecília (a mocinha vivida por Bia Arantes) se casassem no capítulo 80 ou 100, o resto seria enrolação. Mas ainda tem muita novidade e personagens para entrar. Participação especial é sempre um refresco. O público e os atores se divertem", explica.

A trama receberá nomes como Daniel, Supla e Silvia Design. "E com eles (novos personagens vão surgir) muitos conflitos. Dulce Maria (Lorena Queiroz), nossa 'Rainha da Confusão', vai ter muito trabalho", promete o diretor Ricardo Mantoanelli.

Quando questionado se era difícil manter o interesse do elenco infantil em uma novela tão longa, Mantoanelli é bem direto. "Por incrível que pareça, é o mais fácil. Dava pra ver o brilho nos olhos deles cada vez que entravam no set. Criaram ótima relação com toda equipe. É como uma família que chamamos de 'Time Carinha'. As gravações acabaram, mas dá pra matar saudades todas as noites com os capítulos no ar", salienta o diretor.

A autora garante que não fica cansada e que o hobby dela é trabalhar. "Adoraria ter outro, mas só fico feliz trabalhando. O descanso é bem-vindo, mas não aguento mais do que dez dias", revela. Leonor conta que desde que colocou o ponto final na novela infantil do SBT ainda sonha com a história protagonizada pela serelepe Dulce Maria. "Mas não dá tempo de mudar muito porque entregamos com muita antecedência", observa ela, que já está trabalhando em novidades para 2018. "Não sou muito fã de férias. Minha cabeça precisa estar a mil", salienta.

Galeria de Fotos

O diretor Ricardo Mantoanelli (D), o ator Carlo Porto (Gustavo) e a protagonista Lorena Queiroz (Dulce Maria) Lourival Ribeiro/SBT
Leonor Correa, a autora de 'Carinha de Anjo', do SBT Leonardo Nones/SBT

Comentários

Últimas de Diversão