Operação 'água no chope'

Flu tem de vencer para enterrar de vez o risco de queda e impedir festa do Corinthians

Por O Dia

Dourado domina a bola no treino: o artilheiro do Brasileiro vai travar duelo particular com o corintiano Jô
Dourado domina a bola no treino: o artilheiro do Brasileiro vai travar duelo particular com o corintiano Jô - NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

Estragar a festa do Corinthians e se livrar de vez do rebaixamento. Esses são os objetivos do Fluminense na partida de hoje, às 21h45, no Itaquerão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para impedir o título antecipado do adversário, basta um empate ao time de Abel Braga. Para fugir definitivamente do Z-4, porém, além da vitória, será preciso torcer por tropeços de Sport, Ponte Preta e Avaí. Nada que abale a confiança tricolor, que deseja botar água no chope do time paulista.

"Será um jogo muito difícil. Os dois times têm objetivos na competição. O Corinthians, de ser campeão, o Fluminense, de se livrar da zona de rebaixamento. Temos que encarar esse jogo como se fosse uma final. Eles já estão preparando festa, alguma coisa do tipo, pelo ano que fizeram, mas também temos nosso objetivo, de fazer o melhor para o Fluminense, então estamos muito focados", frisou Léo, que volta à lateral-esquerda no lugar de Marlon, suspenso.

"Será cada um defendendo o seu. Pergunta se eles gostariam de estar no nosso lugar na tabela, se nos deixariam ser primeiros. Não deixariam. Cada um está fazendo o seu papel. Vamos entrar com vontade de vencer. Nosso objetivo é fazer logo esses pontinhos que restam", acrescentou Léo, que completará 50 jogos pelo Fluminense nesta temporada. "Eu tinha isso na cabeça, de 75 jogos, jogar uns 50, o que é uma média muito boa", revelou o lateral, que começou bem a temporada, mas foi barrado por Marlon.

Quem também está de volta ao time titular é Henrique Dourado. Artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 17 gols, o atacante tricolor vai travar um duelo à parte com o vice-artilheiro Jô, que balançou a rede 16 vezes na competição. Sornoza e Henrique Dourado, que também cumpriram suspensão contra o Cruzeiro, voltam ao time. A única dúvida do técnico Abel Braga está na zaga, já que Gum e Reginaldo lutam pela vaga de Renato Chaves, também fora por suspensão.

Comentários

Últimas de Esporte