Piso nacional tem o menor aumento em 24 anos

Por O Dia

Vale lembrar que a elevação no salário mínimo em 2018 foi de 1,81%, o menor desde a criação do Plano Real e abaixo do resultado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que subiu 2,07% no ano passado. O INPC é o índice que reflete a inflação para famílias de menor renda no país e corrige benefícios do INSS acima do piso.

No momento do anúncio, o o Planejamento informou que o reajuste levava em conta a projeção do governo de 1,88% para o INPC em 2017 e também a possibilidade de compensar o aumento de R$ 1,41 dado a mais no ano passado.

A compensação, segundo o Planejamento, é prevista na legislação, que cita que "eventuais resíduos serão compensados no reajuste subsequente".

A ação judicial argumenta, porém, que já havia ocorrido perda de 0,1% em 2017 (ou R$ 1), sucedida agora por prejuízo ainda maior neste ano.

"É necessária uma revisão do reajuste anunciado, de modo a devolver ao salário mínimo o poder de compra do início do ano passado, o que pressupõe o repasse integral do INPC, além da incorporação da perda de 0,10% que lhe foi imposta em janeiro de 2017", afirma o texto assinado pelo deputado federal Paulo Pereira da Silva (SD-SP), o Paulinho, presidente da Força Sindical, e por Marcos Bulgarelli, presidente do sindicato dos aposentados.

Comentários

Últimas de Economia