Alvo da Lava Jato, Grupo Schahin pede recuperação judicial

Conglomerado de empresas ainda abandona atividades de engenharia e construção para se concentrar na área petróleo e gás

Por O Dia

São Paulo - O Grupo Schahin informou nesta sexta-feira que pediu recuperação judicial para 28 empresas do conglomerado e abandonar as atividades de engenharia e construção para se concentrar na área de petróleo e gás.

"A situação vivida decorre principalmente do fechamento dos mercados de crédito nacional e internacional, o que impossibilita o financiamento das atividades das empresas", informou a companhia em nota.

A companhia disse que a recuperação judicial envolve um passivo de R$ 6,5 bilhões e que "lamenta" as demissões envolvidas na reestruturação, embora não tenha informado quantas são.

Últimas de _legado_Notícia