Theatro Municipal faz 105 anos

Portas estarão abertas durante toda a segunda, com programação grátis

Por O Dia

Rio - Neste 14 de julho, o Theatro Municipal do Rio completa 105 anos. Para celebrar a data, o espaço estará com suas portas abertas durante todo o dia, oferecendo ao público uma variada programação gratuita. A comemoração já é uma tradição da instituição e reúne os três corpos estáveis da casa: balé, coro e orquestra sinfônica. E ainda terá o Coro Infantil da UFRJ, alunos da Escola de Dança, Artes e Técnicas do Theatro Municipal Maria Olenewa, além da Orquestra Infantojuvenil das Comunidades Pacificadas.

“Como nos outros anos, buscamos fazer uma festa com programa variado e rico culturalmente, interessante para o público. Desta vez, são mais de 500 artistas se apresentando. Nossas expectativas são as melhores possíveis”, afirma Silvio Viegas, maestro titular do Municipal e um dos organizadores das atividades de hoje.

Alunas da Escola de Dança%2C Artes e Técnicas do Theatro Maria Olenewa se apresentam nesta segunda Divulgação

A programação começa às 10h, no foyer, com o concerto do Coral Infantil da UFRJ, apresentando canções folclóricas e composições de Mary Lynn Lightfoot e Edmundo Villani-Côrtes, entre outros. Às 11h, é a vez dos alunos da Escola de Dança, Artes e Técnicas se apresentarem. No programa, destaque para danças históricas (polca, gavotte, minueto e tarantella) e três coreografias assinadas por Dalal Achcar: ‘Marcha’, ‘Valsa’ e ‘Pas de Trois de Mirlitons’ (do balé ‘O Quebra Nozes’).

Pausa para o almoço, e, às 13h, começa um recital de 11 trechos da ópera ‘As Bodas de Fígaro’, de Mozart, apresentado por solistas do coro do Theatro. Composta entre 1785 e 1786, ‘As Bodas de Fígaro’ é uma ópera-bufa que satiriza alguns hábitos da nobreza no século 18. Às 15h, a Orquestra Infantojuvenil das Comunidades Pacificadas apresenta repertório variado sob a regência do maestro Juliano Dutra. Na sequência, às 17h, o Coro do TM e o Conjunto de Percussão da Orquestra Sinfônica trazem o concerto com a cantata ‘Catulli Carmina’, de Carl Orff, com regência do maestro Jésus Figueiredo.

A programação de aniversário fecha às 20h, com o balé e a orquestra sinfônica do TM, que levam ao palco ‘La Bayadère’, um dos maiores balés de repertório, com música de Ludwig Minkus.
Para assistir à programação, não é necessária a retirada de senha. A entrada é por ordem de chegada.

Últimas de Diversão