O melhor bar da década no Rio

Estabelecimento tem a melhor coxinha de galinha do Rio (somente às terças), com massa que leva leite em vez de água

Por O Dia

Rio - A Cidade Maravilhosa é pródiga em grandes botequins. Há delícias escondidas por todos os cantos da cidade. Algumas delas centenárias. E imperdíveis. Outras têm nascido aqui e acolá, ora com gostos duvidosos, ora deliciosos. Nesta primeira metade de década, o melhor boteco que conheci foi um carioquíssimo. Até no nome: Da Gema.

Camarões deitados numa lâmina de cebola%2C com parmesão gratinadoDivulgação

Conheci no nascedouro, em 2009, ano de inauguração, e me encantei com a criatividade da rapaziada na cozinha com tira-gostos até então nunca vistos, como o Fondue da Gema, uma adaptação do prato francês para as biroscas tijucanas. Linguiça mineira e costelinha de porco para molhar na cumbuca com angu e farofa de torresmo. É troço para largar a mulher na sala de parto, meus amigos.

E a polentinha com rabada! Tá ligado naqueles canapés de casamento de rico, que têm gosto de nada com coisa nenhuma? Pois lá no da Gema o canapé é de polenta frita, cortada em quadradinho, e coberta por uma rabada que parece ter sido feita no céu. Ou no inferno, de tão boa que é. Eu, por exemplo, como até pecar.

O bar que tem a melhor coxinha de galinha do Rio (somente às terças), com massa que leva leite em vez de água, e o melhor pastel de feijão do planeta, que te dá o prazer de comer uma feijoada completa em três dentadas, agora traz de volta uma bagaça de comer ajoelhado.

Trata-se da Compota de Cebola. Tô até tremendo ao escrever a coluna. São camarões deitados numa lâmina de cebola, com parmesão gratinado por cima. Na Zona Sul custaria os olhos da cara. Em botequim na Zona Norte, você come e fica de cara. Vá com sede!

O da Gema fica na Rua Barão de Mesquita 615, Tijuca. Coladinho ao batalhão da PM. Aceita dinheiro, cheque, cartão e fiado. Até beijo na boca da Luiza, a nossa Musa da Panela. Não acredita? Liga lá no 3549-1480

Últimas de Diversão