Özil faz primeiro treino no Arsenal e se declara ao time: 'Eu sou um Gunner'

Novo reforço do clube inglês ainda disse que sair do Real Madrid para jogar no futebol inglês representou uma evolução em sua carreira

Por O Dia


Inglaterra - Maior contratação da história do Arsenal, o meia alemão Mesut Özil, que custou 50 milhões de euros (R$ 155 milhões) aos cofres londrinos, realizou nesta quinta-feira o seu primeiro treinamento com a camisa do clube. Em seguida, participou, ao lado do treinador Arsene Wenger, de uma entrevista coletiva, na qual exaltou a nova equipe e se declarou "orgulhoso" por jogar na Liga Inglesa de futebol.

Com um sorriso permanente no rosto, Ozil vestiu o uniforme de treino do Arsenal e trabalhou junto com o restante do grupo em atividade comandada por Wenger. Ele permaneceu ao lado de seus compatriotas e companheiros de seleção alemã, Lucas Podolski e Per Mertesacker, e treinou cobranças de falta.

Logo depois, já com a camisa social do clube, dirigiu-se à sala de imprensa, onde concedeu sua primeira entrevista coletiva como jogador do Arsenal. Ao lado de Arsene Wenger, ele comemorou ter se transferido ao clube inglês. "Estou me sentindo muito bem aqui. Tenho certeza que vou melhorar ao trabalhar junto com o técnico e estou muito orgulhoso de fazer parte desta equipe", declarou.

Özil posa para foto ao lado do técnico Arsène Wenger Divulgação

O novo reforço do Arsenal ainda disse que sair do Real Madrid para jogar no futebol inglês representou uma evolução em sua carreira, e afirmou que os Gunners lutarão pelo título nacional desta temporada. "Falei com Mertesacker e Podolski e só ouvi coisas boas do Arsenal. Creio que dei um passo a frente ao vir para cá, estou na melhor liga do mundo; E o Arsenal, por ser um dos maiores times da Europa, certamente tem chances de fazer um grande campeonato e lutar pelo título", acrescentou.

Wenger, por sua vez, destacou a importância que Özil deve ter dento de seu elenco, que conta, majoritariamente, com jogadores jovens e pouco experientes no cenário internacional. "Ele tem um estilo que se integrará rapidamente ao modo como a equipe joga. Além disso, possui todos os atributos para ser um dos líderes do nosso elenco e transmitir sua experiência aos outros jogadores", disse.

No fim da entrevista coletiva, Özil brincou e encerou o contato com os jornalistas dizendo: "Agora, eu sou um Gunner", referindo-se ao apelido do Arsenal, que significa "artilheiro", em português. Já integrado ao grupo, o meia deve fazer sua estreia pela equipe inglesa neste sábado, em partida válida pela 4ª rodada do Campeonato Inglês, contra o Sunderland, às 11 horas (de Brasília), fora de casa. O comandante Arsene Wenger disse, inclusive, que há a possibilidade de o alemão começar o jogo como titular.

Últimas de Esporte